terça-feira, 26 de janeiro de 2016

MONITORANDO A SAÚDE COM TATOO

ALÔ PESSOAL!!!
Esse vídeo é muito interessante!
Mostra como um adesivo pode monitorar  sua saúde!









O adesivo monitora em tempo real de vários dados clínicos, diretamente na pele e transmite tudo para o seu celular.
É uma matriz polimérica que contém milhares de pontos sensores com cristais líquidos termocrômicos, isto é, cuja cor depende da temperatura. Como os pontos estão distribuídos ao longo do adesivo, o sensor monitora a condutividade de calor na pele. Todas as informações são compiladas por um computador (de um smartphone, por exemplo), em tempo real.
A precisão do sensor é de 50 mK, o que permite o monitoramento de doenças cardiovasculares e dermatológicas.
O polímero usado foi o PDMS e a espessura de cada ponto de cristal líquido termocrômico era de 25 μm.


Polímero PDMS:
O dimetilpolisiloxano (PDMS) é um polímero de silício, orgânico, inerte, atóxico e não inflamável, de fómula geral (C2 H6 O Si)n, onde n é o número de repetições da unidade monomérica [(CH3)2SiO].
Na molécula de PDMS ressalta-se:

  • Grupamento metila;
  • Polímero de silício unido por ligações Si-O.
O PDMS é um material viscoelástico, o que significa que se comporta como um líquido viscoso, similar ao mel, e como um sólido elástico, semelhante à borracha.
Suas aplicações vão desde lentes de contato até dispositivos médicos. Também está presente em xampus, deixando os cabelos mais brilhantes e macios, nos alimentos como um agente antiespumante e em óleos lubrificantes.
O PDMS é fabricado em diversas viscosidades, variando de um líquido fino a materiais de borracha semi-sólido, o que justifica estas aplicações.
Diferentemente de outros polímeros de silício, o PDMS é bastante apolar, devido à presença das metilas expostas na superfície do polímero. Além das aplicações já citadas, estas propriedades aliadas a sua alta estabilidade fazem com que o PDMS seja amplamente empregado em análises químicas, especialmente como fase estacionária na cromatografia em fase gasosa. Além disso, é um excelente material para a análise de substâncias voláteis, a exemplo da captura de aromas presentes nos alimentos ou contaminantes. ( fonte:http://qnint.sbq.org.br)

 fonte da reportagem: http://falaquimica.com
maiores detalhes: http://www.nature.com/ncomms/2014/140919/ncomms5938/full/ncomms5938.html
( artigo da Nature)

























Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante