quarta-feira, 16 de outubro de 2013

AMÔNIA - PROCESSOS DE OBTENÇÃO E UTILIZAÇÕES

ALÔ PESSOAL!!!!
Mais um post para o ENEM  e vestibulares 2014

Vamos falar sobre a amônia, substancia química, importantíssima para vários setores.
A amônia é um gás incolor, bastante tóxico, que se dissolve bem na água. Uma vez em meio aquoso, a amônia forma o hidróxido de amônio (NH4OH):
Página 3
O NH3 pode ser preparado em laboratório aquecendo-se um sal de amônio com hidróxido de sódio (NaOH). Na verdade, é um teste comum para identificação de compostos de NH4+ (amônio):
 Página 3                                                 

A produção mundial de amônia é praticamente feita por meio da reação entre os gases N2 e H2, pelo processo denominado Haber-Bosch:
Página 3                                                         

Esta reação deve ocorrer em condições de pressão e temperatura ideais. Essas condições são favorecidas por meio do processo Haber-Bosch, para que se consiga obter um maior rendimento na produção da amônia.
Neste processo os gases nitrogênio e hidrogênio são combinados diretamente a uma pressão de 20 MPa e temperatura de 500°C, utilizando o ferro como catalisador
. A amônia serve de matéria-prima para um número elevado de aplicações.
 Ela é utilizada na fabricação de fertilizantes agrícolas, fibras e plásticos, de produtos de limpeza, de explosivos, etc.
Entre tantos empregos, podemos destacar:
Fertilizantes: sulfato de amônio, fosfato de amônio, nitrato de amônio e uréia.
Produtos químicos: ácido nítrico (utilizado na preparação de explosivos).
Fibras e plásticos: nylon e outras poliamidas.
Produtos de limpeza: detergentes e amaciadores de roupa.

A amônia ou gás amônia, também chamado de amoníaco em solução aquosa, é um composto químico constituído por um átomo de nitrogênio (N) e três átomos de hidrogênio (H). Estes átomos distribuem-se numa geometria molecular piramidal e a fórmula química do composto é NH3.
Ammonia structure.svg
A molécula não é plana, apresenta geometria piramidal. Esta geometria ocorre devido à formação de orbitais híbridos sp³. Em solução aquosa se comporta como uma base transformando-se num íon amônio, NH4+, com um átomo de hidrogênio em cada vértice do tetraedro.
A amônia é utilizada em circuitos frigoríficos há mais de um século, em máquinas de compressão mecânica de potências médias e grandes (estima-se que no Mundo inteiro existam 300.000 instalações a compressão de amoníaco), e em máquinas frigoríficas de pequenas potências (refrigeradores e frigoríficos domésticas) e a grande potência (em especial para a recuperação de calor industrial).

A amônia é uma substância produzida em grandes quantidades por sociedades químicas. Fica queimado quando a condensação do ar atinge valores entre 16 e 25% e é inflamável quando atinge a temperatura de 651°C. Estes dois valores mostram que o risco de inflamação da amônia é muito limitado. São estas características que fazem da amônia uma substância muito útil na área da refrigeração. A título de curiosidade pode também referir-se que a amônia está também presente nos sistemas de refrigeração e controle térmico nas estações espaciais.

Apesar das vantagens, a amônia apresenta também alguns riscos:
Ingestão: Perigoso. Os sintomas incluem náusea e vômitos, causando danos aos lábios, boca e esôfago.
Inalação: Os vapores são extremamente irritantes e corrosivos.
Pele: Soluções concentradas podem produzir queimaduras severas e necroses.
Olhos: Pode causar danos permanentes, inclusive em quantidades pequenas.
Urina humana: A urina é normalmente estéril quando é expelida e tem apenas um vago odor. O cheiro desagradável de urina deteriorada deve-se à ação de bactérias que provocam liberação de amônia.

A amônia é facilmente biodegradável. As plantas o absorvem com muita facilidade, sendo um nutriente muito importante como fornecedor de nitrogênio para a produção de compostos orgânicos azotados. Em concentrações muito altas, por exemplo, na água de consumo, pode causar danos graves, já que a amônia interfere no transporte do oxigênio pela hemoglobina, entre outros efeitos nefastos. Os organismos necessitam, nesse caso, de manter uma baixa concentração de amônia que, caso contrário torna-se particularmente tóxico.
fontes:( uol educação e wikipédia) 

Ficheiro:Ammonia-3D-vdW.pngEstrutura da amônia NH3

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante