quarta-feira, 27 de abril de 2011

LIXO EM BARCELONA



ALÔ PESSOAL!!!!!!!
Esse video é muito bom!!!!!!Mostra como a civilização existe, as possibilidades são reais e como poderia ser o mundo se o dinheiro e a ganância não mandassem na maioria das pessoas...Olha, dá até uma inveja ...

segunda-feira, 25 de abril de 2011

COMPOSIÇÃO DO FIO DE CABELO

ALÔ PESSOAL!!!!!!
Uma das matérias mais visitadas do XQUIMICA é sobre a ação e composição do Grecin.
Mas para entender direitinho como ocorre essa transformação capilar, é necessário saber como é a estrutura do fio de cabelo.Ao lado uma imagem da extremidade de um fio aumentada.

O cabelo é cada um dos pelo que crescem no couro cabeludo.
Há em média 3 milhões e meio de fios capilares em uma pessoa adulta e crescem em média 1 cm por mês. Diferenciam-se dos pêlos comuns pela sua elevadíssima concentração por área de pele e pelo desenvolvimento em comprimento. Podem ser lisos, crespos, ondulados e de muitas cores. Os cabelos não servem só como um aliado estético (dando forma e valorizando o rosto) mas também funcionam como um isolante térmico, protegendo a cabeça das radiações solares e da abrasão mecânica. Também podem ser um indicativo de diversas doenças que se manifestam alterando sua estrutura.
Acima de tudo, o fio de cabelo é um pelo. Possui a mesma estrutura de todos os pelos do corpo humano, porém tem suas particularidades.
O cabelo é um fio queratinizado que cresce na pele dos mamíferos.
A haste do cabelo é a parte do fio que emerge do couro cabeludo. Podemos dividir o cabelo em três partes: cutícula, córtex e medula.
Cutícula
Camada externa do fio de cabelo que se divide de 0 a 12 camadas que, sobrepostas, protegem a estrutura. Por ser transparente nos permite ver a cor do fio do cabelo. A cutícula sofre agressões externas (sol, chuva, poluição etc.) por ação mecânica (escovar, pentear etc.) e transformações químicas (relaxamento, permanente, colorações, reflexos etc.) As cutículas são parcialmente sobrepostas sobre si, podendo formar de cinco a dez camadas de placas. Essas placas, por sua vez, oferecem excelente proteção ao córtex.
Córtex
Região intermediária onde transformamos, de todas as formas, a estrutura do cabelo. Nesta região encontramos as seguintes ligações químicas:
ligação salina: no simples ato de molhar o cabelo a sua extensão é aumentada.
ligação de hidrogênio: a deformação acontece quando transformamos temporariamente o cabelo.
ligação de enxofre (também conhecido como Ponte de Dissulfeto): só é rompida através de ação química ou física (aquecimento) e sua transformação é permanente
.
Representa o coração do fio capilar. O grau de resistência, elasticidade e a cor do pêlo dependem de sua estrutura. O diâmetro do córtex é determinado em função do número de células presentes no bulbo que podem se multiplicar. A fibra do pêlo possui de 2 a 3 tipos de células do córtex. Esses tipos de células são:
ORTHO CÓRTEX: tem baixa quantidade da substância enxofre(menos que 3%).
PARA CÓRTEX: tem uma alta quantidadeda substância enxofre(cerca de 5%).
MESO CÓRTEX: possui grande quantidade do aminoácido cistina.
Medula
É a parte central do fio. Há fios de cabelos que não possuem medula, não modificando em nada sua estrutura. O canal da medula pode estar vazio ou preenchido com queratina esponjosa. Ainda não foi determinada a função desta região. Contudo estudos recentes apontam as pesquisas para uma associação da medula com o primeiro instante da fase de germinação do fio onde a medula serviria como um "direcionador" do novo fio em direção ao poro.
O pH do cabelo
O termo pH é usado para determinar o grau de acidez ou alcalinidade de uma substância líquida. A camada hidrolipídica que protege o cabelo, a pele e a unha têm pH levemente ácido, um valor compreendido entre 4,2 e 5,8 na escala de pH. Dessa forma, todos os produtos que entram em contato com o corpo humano devem ser neutros (pH igual ao do cabelo, pele e unha) ou levemente ácidos (em cosmetologia considera-se até um pH = 6,1). Se lavarmos o cabelo com shampoo alcalino, por exemplo, suas cutículas abrem, ele fica sem brilho, difícil de pentear e embaraçado.

Cor dos cabelos

Com diferentes níveis do pigmento melanina, os cabelos naturais são basicamente das seguintes cores: loiros, castanhos, ruivos e pretos. Entretanto, podem ser tingidos e adquirirem praticamente todos os tipos de cores. A falta de melanina nos cabelos humanos provoca uma cor esbranquiçada nos cabelos, podendo ser processo decorrente do envelhecimento ou de uma doença, como o albinismo
Como voces podem ver a "química" do cabelo é complexa! Agora, como ocorre a deposição da cor no fio de cabelo?
Próximo post!!!!!!!!
( fonte: wikipédia)

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante