sexta-feira, 30 de julho de 2010

A DEPRESSÃO É CINZA!

serotonina em sua fórmula química ( veja as funções amina e fenol):
ALÔ PESSOAL!!!!!!!

Não que eu queira que voces se sintam " depressivos" mas este estudo feito na Alemanha, pode ajudar a detectar essa doença que pode atingir qualquer ser humano.

Saiu na "Veja on line":

O mundo é literalmente cinza para as pessoas que sofrem de depressão. A descoberta, realizada por cientistas alemães, prova o que há séculos é manifestado na pintura, na literatura e em outras artes. Segundo um estudo da Universidade de Freiburg, na Alemanha, a doença causa uma alteração fisiológica nos olhos, cujo efeito é a perda de sensibilidade na visão.
Os pesquisadores realizaram testes na retina de pacientes voluntários e mostraram que o efeito é semelhante ao ato de diminuir o controle de contraste em uma TV. Para os especialistas, a conclusão da experiência foi tão clara que eles acreditam poder usar o teste de visão para medir níveis de depressão em pacientes que apresentem sintomas da doença.
Essa pode ser a razão pela qual, ao longo dos tempos, independentemente da cultura ou língua, os artistas retratam a depressão usando símbolos da escuridão e tons cinzentos.

Depressão é um assunto sério, que deve ser tratado com os profissionais de área e pode ter várias causas. Uma delas, claro, é quimica:

Alterações nos níveis de neurotransmissores (principalmente serotonina, acetilcolina, dopamina, epinefrina e norepinefrina) relacionam-se à susceptibilidade para depressão. Alguns hormônios também podem ter um papel importante – ainda que isto não esteja muito claro. Ainda, atrofias em certas áreas do cérebro (particularmente no lobo pré-frontal) responsáveis pelo controle das emoções e produção de serotonina são responsáveis por distúrbios depressivos importantes.(Wikipédia)

O que é serotonina?

Muito já se falou sobre ela, mas é bom lembrar que:

A serotonina é um neurotransmissor, isto é, uma molécula envolvida na comunicação entre (neurônios). Ela é quimicamente representada pela 5-hidroxitriptamina (5-HT), sendo também frequentemente designada por este nome.
Esta comunicação é fundamental para a percepção e avaliação do meio e para a capacidade de resposta aos estímulos ambientais. Diferentes receptores detectam este neurotransmissor, envolvido em várias patologias.
A serotonina parece ter funções diversas, como o controle da liberação de alguns hormônios e a regulação do ritmo circadiano, do sono e do apetite. Diversos fármacos que controlam a ação da serotonina como neurotransmissor são atualmente utilizados, ou estão sendo testados, em patologias como a ansiedade, depressão, obesidade, enxaqueca e esquizofrenia, entre outras. Drogas como o "ecstasy" e o LSD "mimetizam" alguns dos efeitos da serotonina em algumas células alvo. O ecstasy promove libertação maciça de serotonina e posterior falta da mesma.(Wikipédia)
XQUIMICA DESEJA UM ÓTIMO FDS ( SEM DEPRESSÃO!) E RETORNO ÀS AULAS !

quinta-feira, 29 de julho de 2010

INTERNET E OS "RASOS"

ALÔ PESSOAL!!!!!!!
Desde que o XQUIMICA começou, nunca quis colocar propagandas ou outros meios de "distração" dos textos principais.
A edição de agosto de 2010 da revista "Galileu" mostra que estou no caminho certo.
Se a intenção do XQUIMICA é promover o interesse e o conhecimento, não tem por que nutrir outras informações irrelevantes ( para esse caso!)
O artigo da "Galileu" fala sobre a memória e o aprendizado.( abaixo um texto do que foi compreendido este artigo)
Nicholas Carr, um dos mais polêmicos pensadores da era digital, propõe em seu último livro "The shallows: what internet is doing to our brains" que estudos mostram que quando estamos conectados, em um ambiente que promove a leitura apressada, pensamento corrido , distraído e aprendizado superficial está nos deixando mais rasos e com menor capacidade de pensamento crítico.
A coisa funciona assim: quando voce abre a internet para ver determinado assunto, logo aparecem links, jogos, propagandas. Os seus olhos começam a captar tudo isso e essa parafernália tira voce do seu assunto principal.
Aos poucos voce abre "n" abas, lê um monte de coisas, se perde, e dos assuntos lidos voce se lembra do quê?
Quando paramos o que estamos fazendo para ler uma mensagem, passamos a ter mais dificuldade para memorizar- ação essencial no aprendizado.
De uma maneira sucinta no momento em que tomamos contato com uma informação, produzimos no cérebro uma reação que os cientistas chamam de memória curta: sinapses que já existiam são ativadas, mas isso não fica gravado automaticamente . QUANDO RELEMOS, PENSAMOS SOBRE A INFORMAÇÃO, ALÉM DESSA ATIVAÇÃO INICIAL , SÃO PRODUZIDAS PROTEÍNAS E NOVAS SINAPSES: essa é a memória longa.
" Para lembrar algo a longo prazo, voce precisa prestar atenção e processar aquela informação profundamente. Não sabemos até que grau isso é comprometido quando usamos a internet" diz Kandel, professor da Universidade de Columbia , em Nova York.
É claro que a gigantesca quantidade de informação gerada e mantida pela internet é um ganho imenso para a humanidade.A questão é saber usar esse recurso.
Quando voce tem uma pergunta pode agir de duas maneiras: refletir, pensar, tentar chegar em uma resposta; ou pode ir ao Google ou outro buscador.
Em qual momento voce está usando sua inteligência e raciocínio?
É esse discernimento que voce deve ter ao usar a internet e seus aplicativos.Lidar com a multiplicidade de estímulos é um desafio constante.
Mas vamos deixar uma coisa bem clara: leia os textos um por vez, na sua totalidade, sem parar...
E depois tente lembrar o que leu e o que entendeu!
XQUIMICA AJUDANDO VOCE !




Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante