sábado, 13 de agosto de 2011

EXOPLANETA COR DE CARVÃO

ALÔ PESSOAL!
Essa notícia é " quentinha"!
Vem do site: http://www.publico.pt
Leiam abaixo:
O TrES-2b é o planeta mais negro alguma vez encontrado.
O astro do tamanho de Júpiter foi descoberto em 2006 e fica a 750 anos-luz da Terra.
Agora, com a ajuda do telescópio espacial Kepler, os cientistas determinaram que o gigante reflete menos de um por cento da luz que recebe.
“É ridículo o quão escuro este planeta é, quão alienígena é comparado com tudo o que temos no nosso Sistema Solar”, disse ao Space.com David Kipping, astrónomo do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian. “É mais escuro do que o pedaço mais preto de carvão, do que tinta escura acrílica. É bizarro como este planeta se tornou capaz de absorver toda a luz que o atinge”, disse o cientista, um dos autores do artigo sobre esta descoberta, a publicar na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.O astro está apenas a cinco milhões de quilómetros de distância da estrela e ao contrário da Terra não tem movimento de rotação, por isso tem sempre a mesma face virada para a estrela. A temperatura da superfície atinge perto de 1000 graus.Os cientistas sugerem que a atmosfera do TrES-2b poderá conter elementos químicos que absorvam a luz como sódio e potássio vaporizado, ou óxido de titânio em estado gasoso. Mas nenhuma destas moléculas explica totalmente a cor do planeta. “É provável que haja outro elemento químico exótico que nós ainda não nos tenhamos lembrado”, disse Kipping.A temperatura da superfície do planeta faz com que este não seja completamente negro. “Está tão quente que emite um brilho vermelho muito fraco como uma brasa”, explicou em comunicado David Spiegel, co-autor do estudo e investigador da Universidade de Princeton.Mas como é que o telescópio Kepler conseguiu medir a luz emitida pelo TrES-2b? Através das órbitas à volta da estrela. O Kepler mediu a luz vinda do lado escuro do planeta e depois a luz que era refletida do lado que está sempre virado para a estrela. A diferença entre estes dois valores dá a quantidade de luz que o planeta reflete, a que se chama de albedo.“Detectámos a menor variação no brilho vindo de um exo-planeta: só seis partes por milhão”, disse Kipping em comunicado. “Ou seja, o Kepler foi capaz de detectar luz visível vinda do próprio planeta.”
XQUIMICA aguarda notícias do planeta-carvão!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

ENERGIA EÓLICA É SOLUÇÃO?

ALÔ PESSOAL!!!!!!!!!
O pesquisador Robert Bryce em seu livro" Power Hungry- the Miths of Green Energy" fala sobre dados e estatísticas que merecem atenção quanto à aplicabilidade do conceito energia verde.
Energia solar e energia eólica são vedetes .
Afinal sol e vento são de graça, não?Mas...
Convertê-los em energia tem um custo muito alto.
Imagine uma turbina dessas: são 50 toneladas de estanho para produzir 1 megawatt de energia.Já o gás natural precisa de 0,3 tonelada de estanho para a mesma produção de de energia. O vento sai de graça, mas os minérios necessários para erguer essa estrutura são recursos naturais não renováveis. E a terra ao redor?
Cada turbina gera 1 watt por metro quadrado de terra, 20 vezes menos que o gás natural.
Se comparar com energia solar e energia nuclear, a distancia fica ainda maior.
Depois de passada a "euforia verde" os países estão entendendo que essas energias requerem altos investimentos e necessitam de espaço físico.
E muitos estão caindo na realidade .
Para se ter uma idéia o estado americano da Califórnia pretende obter um terço de sua energia ( 17 mil megawatts) de fontes limpas até 2020.Se dividir essa meta, meio a meio , entre sol e vento, veja o tamanho do "enrosco": uma área 5 vezes maior que Manhattan para os painéis solares e 70 vezes maior do que a ilha para a instalação das turbinas eólicas.
A questão energética é prioridade, mas, precisa de estudos condizentes com a realidade de cada país. Ou seja, não é somente vento e sol ....



terça-feira, 9 de agosto de 2011

SOLUÇÃO TAMPÃO



ALÔ PESSOAL!!!!!!!!

Vou explicar o que é a solução tampão e para que serve.

A solução tampão é uma solução mista onde um ácido fraco ou uma base fraca estão juntos com os respectivos sais. Assim o pH é estabilizado, como na água do mar, no plasma sanguineo,nos detergentes, nos sucos...

O grande "lance" dessas soluções é que conseguem manter o pH constante, mesmo na adição de ácidos ou bases fortes.

Um tampão ácido é uma solução, em água, de um ácido fraco e sua base conjugado na forma de sal.

Um tampão básico é uma solução, em água, de uma base fraca e seu ácido conjugado na forma de sal.

Uma solução de amônia e cloreto de amônio é um exemplo de solução tampão.

Quando uma gota de ácido forte é adicionado à água, o pH muda significativamente, mas , se essa adição for feita em um tampão o pH n ão irá mudar.

Imagine uma solução de ácido acético e acetato de sódio.

Quando adicionado ácido, o equilibrio vai se deslocar na formação de acetato, pois o ácido descarrega uma grande quantidade de H+:
Solução de ácido acético (H3CCOOH) e acetato de sódio (H3CCOONa):


o sal sofre dissociação total em íons Na+ e H3CCOO-.


H3CCOONa --> Na+ + H3CCOO-
H3CCOOH --> H+ + H3CCOO-


Se adicionarmos ácido clorídrico ( HCl) a quantidade de H+ deveria fazer o pH diminuir, mas não é o que ocorre. Esse H+ é retirado pelos íons H3CCOO- formando ácido acético.

Se adicionarmos NaOH, o pH deveria aumentar, mas isso não ocorre porque esses íons são capturados pelo ácido acético não ionizado.

Assim, o pH permanece constante, mesmo com a adição de ácidos fortes ou bases fortes.

Para o cálculo do pH:


em tampões ácido/ sal: pH = - log Ka + log [sal]/[ácido]


em tampões base/sal: pH = - log Kb + log [sal]/[base]

Onde Ka = constante do ácido

Kb = constante da base


Então, gostaram???????

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante