quinta-feira, 27 de junho de 2013

GÁS LACRIMOGÊNIO- O QUE É, O QUE FAZ!

ALÔ PESSOAL!!!!!
Em tempos como esses, é bom saber a estrutura de certas substancias usadas . Uma delas é o gás lacrimogênio.
Vamos entender sua estrutura química:
Gás lacrimogêneo (do latim lacrima = lágrima) é um nome genérico dado a vários tipos de substâncias irritantes da pele, olhos (pode causar cegueira temporária) e vias respiratórias, tais como o brometo de benzila, ou o gás CS (clorobenzilideno malononitrilo). O uso crescente do gás lacrimogêneo, pela polícia e exército, como arma de "controle de multidões" deveu-se ao fato de, supostamente, ser capaz de dispersar multidões sem causar efeitos letais (mortes). Os primeiros estudos clínicos mostravam que o gás causava irritação e mal-estar e, em concentração controlada, era incapaz de deixar marcas ou causar óbitos. Por isso era chamado de arma não letal. Porém, em crianças de colo o efeito pode ser consideravelmente perigoso.
Gases lacrimogênios populares são os irritantes oculares CS, CN (cloroacetofenona) e CR (dibenzoxazepina), e o irritante respiratório aerossol de pimenta ou gás OC (de oleorresina Capsicum).
A forma mais comum de gás lacrimogêneo, o CS (chlorobenzylidenemalononitrile), foi desenvolvido nos anos 50, na Inglaterra, pelo laboratório CBW (no polêmico centro de pesquisas de armas químicas de Porton Down). Depois, nos anos 1960, foi utilizado em larga escala pelos Estados Unidos durante a Guerra do Vietnam.
Suas fórmulas variam. Podem ser, por exemplo, cloro-acetona (CH3–CO–CH2–Cl), bromo-acetona (CH3–CO–CH2–Br) ou acroleína (CH2=CH–COH). O CS é mais forte que o CN, porém desvanece mais rápido.
Qualquer composto químico que produza estes efeitos pode ser chamado lacrimogêneo, mas a denominação "agente de controle antidistúrbio" ou "gás lacrimogêneo" refere-se um produto químico lacrimogêneo escolhido por sua baixa toxicidade e por, supostamente, não ser letal.
Os efeitos da exposição ao gás lacrimogêneo são reações involuntárias de lacrimação com uma sensação de queimadura na boca e trato respiratório. Coceiras, inflamações, dor de cabeça, sensação de insuficiência respiratória são os efeitos mais comuns.
Atualmente, os gases lacrimogêneos, incluindo o gás de pimenta, são legalizados em alguns países, apenas como armas para auto-defesa, porém tais armas - disponíveis em embalagens portáteis, como latas de spray - necessitam de licença e treinamento para seu porte e seu uso é restrito.
Fórmulas:

veja que essas fórmulas apresentam  haletos: cloro, bromo, nesses casos 

 lata de aerossol liberando o gás.

fontes: Wikipédia, Brasil Escola e Folha de São Paulo

 
 

terça-feira, 25 de junho de 2013

ENEM 2013- QUÍMICA- O QUE ESTUDAR

ALÔ PESSOAL!!!!!
MAIS UM ANO, MAIS VESTIBULARES!
E como sempre, ENEM é um termômetro de como voces se sairão nos vestibulares que vierem.
Então, dê uma olhada no esquema abaixo, das partes de química que devem ser revistas, estudadas e mais que tudo, compreendidas!


1- Transformações Químicas:
·         Sistemas Gasosos.
·         Lei dos gases.
·         Massa molar.
·         Volume molar dos gases.
·         Teoria cinética dos gases.
·         Modelo atômico de Rutherford.
·         Isótopos.
·         Massa atômica.
·         Elementos químicos.
·         Tabela Periódica.
·         Reações químicas.
2- Representação das transformações químicas:
·         Fórmulas químicas.
·         Cálculos estequiométricos.
3- Materiais, suas propriedades e usos:
·         Mudanças de estado.
·         Misturas: tipos.
·         Métodos de separação.
4- Água:
·         Solubilidade.
·         Conceitos de Ácidos.
·         Conceitos de Bases.
·         Conceitos de Sais.
·         Classificação dos ácidos.
·         Classificação dos sais.
·         Propriedades dos ácidos.
·         Nomenclatura dos sais.
·         Nomenclatura das bases.
·         Nomenclatura dos óxidos.
·         Condutibilidade elétrica.
·         Reação com metais.
·         Reação de neutralização.
5- Transformações Químicas e Energia:
·         Equações termoquímicas.
·         Lei de Hess.
·         Reação de oxirredução.
·         Pilha.
·         Eletrólise.
·         Leis de Faraday.
6- Dinâmica das Transformações Químicas
7- Transformação Química e Equilíbrio
8- Compostos de Carbono
·         Fermentação.
9- Relações da Química com as Tecnologias, a Sociedade e o Meio Ambiente
·         Química nos alimentos.
·         Química e ambiente.
·         Hidróxido de sódio.
·         Ácido sulfúrico.
·         Amônia.
10-Energias Químicas no Cotidiano –
·         Petróleo.
·         Gás natural.
·         Carvão.
·         Madeira e hulha.
·         Biomassa.
·         Biocombustíveis.
                      Energia nuclear. Vantagens e desvantagens do uso de energia nuclear.
                      Lixo atômico.
fonte: http://vestibular.brasilescola.com
Vamos , aos poucos, falando sobre essa listinha!!!!!

CUP NOODLES- O QUE TEM DENTRO DO POTINHO!

OLÁ PESSOAL!
Querem saber o que tem no pote de CUPNOODLES?
Fique atento, porque não é das mais "salivantes"!
Eis um alimento digno de ficção científica. Raios gama, leite materno e fungos são os responsáveis por deixar o seu Cup Noodles apetitoso. Nesse macarrão, o que não falta são ingredientes mágicos para acrescentar sabor, cor, nutrientes... e aquele gostinho de carne...

O radioativo - Caldo de bife acebolado
Assim como o incrível Hulk, esse caldo de bife preparado com cebola também é submetido a raios gama. Mas não é para deixar seu miojo verde ou radioativo, e sim para destruir bactérias e prolongar a vida útil do macarrão. Esse é um procedimento comum, que pode ser aplicado também na batata, na cebola, no alho - tudo para preservá-los por mais tempo. Antes dos raios gama, no entanto, o caldo passa por um processo de desidratação para virar pó.

O peixe seco - Guanilato dissódico
Esse pó branco e fino é um tipo de camaleão gastronômico. Extraído normalmente de peixe seco e de alguns tipos de algas marinhas, ele serve para intensificar o sabor do miojo. Olha aqui a ficção científica do Cup Noodles: o que dá sabor ao macarrão à base de carne é peixe seco! O guanilato também é utilizado para temperar batatas fritas e sopas enlatadas.

Os fungos - Extrato de leveduraQuem acha que todos os fungos são nojentos nunca ouviu falar da levedura. Rica em vitaminas do complexo B, ela teve de ser adicionada ao Cup Noodles como suplemento nutricional. Se macarrão não é a sua, você pode encontrar esses fungos unicelulares também em vinhos e cervejas, já que são eles os responsáveis pela fermentação dessas bebidas.

O indígena - UrucumEm tupi-guarani, uru-ku significa vermelho, e é justamente dessa cor que seu miojo fica depois de entrar em contato com esse poderoso corante natural. (Ou você achava que era cor natural de carne?) Extraído de sementinhas tropicais, sua função aqui é apenas estética. As origens indígenas do urucum, porém, não estão apenas no nome: há tempos, o pigmento é usado por tribos da Amazônia para proteger a pele de raios solares.

A salvadora - Vitamina B6Mulheres de todo o mundo, eis a solução para suas inconveniências de todo mês. Conhecida também como piridoxina, essa vitamina, encontrada em frutas e cereais, é indicada para aliviar os sintomas da TPM. Mas cuidado, é bom não se entupir de B6: em excesso, pode causar problemas neurológicos. Esse ingrediente é mais um dos que foram adicionados artificialmente para deixar o macarrão nutritivo.

O gostoso - Glutamato monossódicoVocê não se lembra, mas quando pequeno não vivia sem o glutamato. Encontrado em abundância no leite materno, esse aminoácido realça o sabor do produto. Como? Estimulando o quinto receptor das papilas gustativas, conhecido como umami, que é acionado quando ingerimos carnes e queijos, por exemplo, causando a sensação de prazer. Por isso, ele é adicionado em vários Cup Noodles.

Fontes - Erna Vogt, doutora em nutrição experimental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Alicia de Francisco, professora de ciência e tecnologia dos alimentos da Universidade Federal de Santa Catarina; Ruth Yamada, professora de tecnologia de alimentos do Centro Universitário São Camilo; Rosana Farah, professora de nutrição da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Procurada, a Nissin, fabricante do Cup Noodles, não quis se pronunciar.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante