sábado, 12 de maio de 2012

COMPOSIÇÃO DO CHORUME

ALÔ PESSOAL!
Mais uma vez  estamos aqui para explicar a composição do chorume. Pelo visto na foto acima, não é das coisas mais cheirosas...  Aquela "água fedida e suja" que sai do  lixo, mal acondicionado é resultante da fermentação desse lixo e da exposição dos rejeitos orgânicos ao tempo.
Normalmente tem cor preta, e aí vai a questão? o que tem nessa água?
Segundo o livro "Meio ambiente, poluição e reciclagem" a composição do chorume é a seguinte:
nitrogênio( em forma de nitrato, nitrito e amônia) cloretos, sulfatos, fósforo, cobre, chumbo, manganês, ferro, zinco, cádmio, cromo, coliformes fecais.
E olha que a DBO ( demanda bioquímica de oxigênio) que é a medida da quantidade de oxigênio consumida  pelos micro-organismos para a oxidação da matéria orgânica do lixo, vai de 480 mg/litro a 19.800mg/litro, ou seja, é muito oxigênio sendo usado!!!!!!!!!!
Por isso, na construção de um aterro sanitário, é necessário impermeabilizar o solo onde o lixo vai ser depositado, senão esse chorume contamina a terra e qualquer água subterrânea .Voce leu que tem metais pesados, que são altamente tóxicos.
E também é feito um sistema de drenagem desse líquido no aterro, que é armazenado e tratado.
É isso.
XQUIMICA SEM CHORUME!

terça-feira, 8 de maio de 2012

A IMPORTANCIA DOS 3 R

ALÔ PESSOAL!!!!!!!!!
Como disse na postagem anterior, aqui está o texto publicado no jornal Folha Norte:
A partir desta semana, faremos uma série de comentários e dicas sobre a importância da
 reciclagem e sua necessidade no meio ambiente em que vivemos.
Antes, precisamos entender essa políticados “três erres”: Reduzir, Reutilizar e Reciclar.
Quando você pega um vidro de geléia, lava e usa para temperos, está praticando reaproveitamento ou reutilizando, assim o vidro não deixa de ser vidro e não acaba no lixo.
Quando você vai às compras e faz sua opção por embalagens maiores, ao invés de comprar duas pequenas, ou procura produtos que não tenham embalagens excessivas, está
praticando a diminuição, ou seja, reduzindo o lixo posterior.
Quando você separa seu lixo, colocando vidros, embalagens metálicas – e outras tantas coisas que vamos discutir nesta coluna – em locais apropriados para reciclar, há um processo químico.
Sim, químico! Porque o vidro vai ser moído, derretido e transformado em vidros novos, que poderão voltar para as prateleiras do supermercado,e essa é somente uma pequena parte do processo de reciclar! Essa atitude, que pode salvar o meio ambiente em que vivemos, e a reciclagem.
Aguarde, que na próxima semana vamos encarar o lixo! Até lá!
( texto publicado no Jornal Folha Norte, caderno SHOW 498, pág 2)

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante