quinta-feira, 16 de abril de 2009

AGENTE LARANJA E NAPALM- IMAGENS



Deste lado, efeitos do agente laranja, que causa deformidades em fetos por alteração genética dos pais.
Do outro lado, uma "pequena " aplicação do napalm: bombas que eram atiradas, provocando muito fogo e fumaça tóxica.
E aí eu pergunto:
Valeu a pena usar essas coisas?????????

quarta-feira, 15 de abril de 2009

AGENTE LARANJA - A DIFERENÇA!

Pois é pessoal, aqui estou, no intervalo entre duas aulas, fazendo o blog!
Ontem na aula, confundiram agente laranja ( desfolhante) com napalm ( lança- chamas)
Aqui esrão as informações necessárias para que não confundam mais!!!!!

O Agente laranja é uma mistura de dois herbicidas o 2,4-D e o 2,4,5-T. Foi usado como desfolhante pelo exército norte-americano na Guerra do Vietnã. Ambos os constituintes do Agente Laranja tiveram uso na agricultura, principalmente o 2,4-D vendido até hoje em produtos como o Tordon. Por questões de negligência e pressa para utilização, durante a Guerra do Vietnã, foi produzido com inadequada purificação, apresentando teores elevados de um subproduto cancerígeno da síntese do 2,4,5-T: a dioxina tetraclorodibenzodioxina. Este resíduo não é normalmente encontrado nos produtos comerciais que incluem estes dois ingredientes, mas marcou para sempre o nome do Agente Laranja, cujo uso deixou seqüelas terríveis na população daquele país e nos próprios soldados norte-americanos.
Em 1984, uma ação judicial movida por veteranos de guerra norte-americanos contra as companhias químicas fornecedoras do Agente Laranja resultou em um acordo de 93 milhões de dólares em indenizações aos soldados. Esta ação foi arquivada pela seguinte sentença "Não há base legal para qualquer das alegações sob as leis domésticas de qualquer país, nação ou estado ou sob qualquer forma de lei internacional( fonte: Wikipédia)

NAPALM- VOCE CONHECE?

. O napalm é o agente espessante que quando misturado com gasolina( gelada) a transforma num gel pegajoso e incendiário.
Um dos maiores problemas dos fluidos incendiários (tais como os usados nos lança-chamas) é que eles salpicam e escorrem muito facilmente devido à sua baixa viscosidade Nos Estados Unidos descobriu-se que a gasolina sob a forma de gel aumentava o alcance e a eficiência dos lança-chamas. No entanto, no início da Segunda Guerra Mundial , para se obter gasolina gelificada era necessário usar borracha natural a qual estava, na altura, sob forte procura e com preço elevado. O napalm veio providenciar uma alternativa mais barata.
O napalm moderno é composto por
benzeno e poliestireno, e é conhecido por Napalm-B.

Utilização
O napalm foi usado em lança-chamas e
bombas pelos Estados Unidos e nações aliadas, para aumentar a eficiência dos líquidos inflamáveis. A substância é formulada para queimar a uma taxa específica e aderir aos materiais. O napalm é misturado com a gasolina gélida em diferentes proporções para alcançar este objetivo.
Diversos lançadores foram desenvolvidos para seu uso, culminando nas armas lança-chamas utilizadas contra os exércitos vietnamitas no fim da década de 1960.
Na Segunda Guerra Mundial, a
Força aliada bombardeou cidades do Japão com napalm. Foi usada também contra guerrilhas comunistas na Guerra civil grega . pelas Forças armadas dos Estados Unidos foi usada na Coréia e na Guerra do Vietnã e pelo México em 1960 usada contra guerrilha de Guerrero.
Um outro efeito do napalm em bombas, consiste na desoxigenação do ar envolvente e aumento
da concentração de Monóxido de Carbono os quais provocam asfixia . Uma outra utilização do napalm na Guerra do Vietnã consistiu na abertura de clareiras para a aterrissagem de helicópteros( fonte: Wikipédia)

domingo, 12 de abril de 2009

ENENZÃO PARTE II

Então, pessoal, hoje é domingo, Páscoa, almoço em família e dia de ler jornal, certo?
Se voce pegou alguma coisa para ler, já sentiu que essa história da mudança do vestibular já NESSE ANO está atrapalhando a cabeça de muita gente: isso porque várias universidades federais, estaduais e particulares já aderiram e outras não. ( USP E UNICAMP, por exemplo, não aderiram)
Na "Veja" dessa semana, saiu uma grande reportagem sobre o assunto, mas não está esclarecendo tudo, uma vez que muitas questões não foram discutidas.
Segundo a reportagem o novo sistema de seleção proposto pelo Ministério da Educação ( MEC) funcionará assim:
- 200 questões de multipla escolha divididas em 4 áreas do conhecimento: ciências naturais e humanas, linguagens e matemática.
-O MEC não definiu quais "itens" de cada matéria ficarão de fora
- do antigo ENEM a nova prova manterá a contextualização das questões, nas elas passarão a ser 100% calcadas nas disciplinas do ensino médio( isso quer dizer: trate de estudar!)
- as 4 maiores redes de cursinhos do país estão fazendo adaptações nas aulas e no material didático
- O ENEM será o único critério de avaliação para as universidades que o adotarem, se elas assim o quiserem.
- é possível usar o mesmo ENEM para se candidatar a uma vaga em diferentes universidades do país.
- as novas questões devem apresentar matérias conhecidas, vistas do aspecto da aplicabilidade na vida real, sem que seja necessário decorar milhões de fórmulas.Segundo o artigo, os brasileiros são os alunos que mais estudam física no ensino médio- e os que menos aprendem a matéria: muita coisa , vista superficialmente.
- O INEP vai elaborar e corrigir as provas
- mais de 500 instituições particulares já avisaram que vão participar.
Agora, só te resta estudar e rezar para que venha uma luz e mostre, na real, como vai ser esse exame, e como poderá ser usada a sua pontuação, nas universidades de norte a sul do país!

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante