terça-feira, 6 de outubro de 2015

LEITE EM PÓ- PROCESSO QUÍMICO OU FÍSICO?

ALÔ PESSOAL!!
Vamos conversar sobre processos físicos e químicos.
A teoria é bem simples:
Processo físico não altera a matéria- madeira cortada não deixa de ser madeira.
Processo químico altera a matéria- madeira queimada é carvão, e não mais madeira.


Mas quando entra assuntos mais complexos como o leite em pó, como sabemos?
Vamos ver como se fabrica !


É um longo processo, dividido em três etapas.
Na primeira delas, chamada de preparo e padronização, a matéria-prima ordenhada das vacas é preaquecida a 45ºC e colocada em uma grande centrífuga, que separa a gordura do resto do leite. Essa gordura é, então, devolvida ao leite na proporção desejada: 26% no caso do leite integral, zero para o leite desnatado. Depois de duas pasteurizações (processo que elimina as bactérias), começa a segunda etapa: a concentração. Em uma máquina chamada de concentrador tubular, o leite vai escorrendo em filmes finos em uma série de tubos por onde passa vapor. Isso faz com que ele perca água e vire uma pasta. Para obter leite condensado, basta acrescentar açúcar. No caso do leite em pó, é necessária uma última etapa, a secagem: a pasta é borrifada na forma de uma fina nuvem de gotículas em uma câmara fechada, cheia de ar quente e seco, como uma sauna.
Quando as gotículas chegam ao piso, já perderam quase toda a água e caem em forma de pó. "Aí basta recolher e envasar, adicionando gás nitrogênio para impedir a oxidação da gordura", diz o engenheiro de alimentos Rômulo Rocha, de uma empresa de laticínios.
(www.mundoestranho.com.br)


Leite em pó é uma forma moderna de consumo de leite que, desidratado, tem sua longevidade estendida. O leite em pó é feito a partir da desidratação do leite. Para extrair a água, que compõe cerca de 90% da massa do leite, as fábricas fazem-no evaporar num processo lento, que mantém as proteínas do produto.
Primeiro, o leite escorre em paredes metálicas verticais aquecidas a 77 °C, porque o líquido não pode ser fervido. Durante essa etapa evapora-se até 50% da água, e o leite fica pastoso.
O produto concentrado segue então para uma máquina que borrifa minúsculas gotículas do mesmo contra um jato de ar quente a 180 °C. Um rápido contato é o suficiente para fazer com que a restante água do leite evapore, e as gotículas se transformem em grãos de leite seco. Então o leite é separado em diferentes tipos: flocos, granulado e pulverizado.
O leite em pó pode se apresentar com diferentes teores de gordura, dependendo da quantidade presente do leite líquido usado na produção. Disto pode resultar um leite integral ou um leite parcialmente desnatado, ou seja, magro.
De qualquer forma a proteína do leite em pó é a mesma que no leite líquido, com valores próximos de 30 - 35% de recomendação diária.(Wikipédia)
1 kg de leite em pó, misturado com água, permite obter de 6 a 7 litros de leite recombinado.


Se houve uma desidratação e colocando água volta a ser o mesmo leite, então temos um processo físico!
leitepo
foto:www.fatosdesconhecidos.com.br

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante