quinta-feira, 9 de junho de 2011

MANTEIGA E MARGARINA



ALÔ PESSOAL!!!!!!!

Com esse friozinho, dá vontade de pegar aquele pão quentinho e passar...manteiga ou margarina??????

Vamos ver a composição delas para uma decisão altamente química?

MANTEIGA:

Componentes da Manteiga

A manteiga é constituída, principalmente, por matéria gorda, água e materiais não gordurosos do leite (substâncias nitrogenadas, lactose, sais minerais e ácidos, diversos produtos de transformação dos componentes normais, certa proporção de ar e, na manteiga salgada, cloreto de sódio). A proporção em que se encontram os principais componentes da manteiga varia, dentro de certos limites, com a qualidade do creme utilizado e com a técnica de elaboração. Uma manteiga bem elaborada contém:
matéria gorda (mín.) 80%
umidade (máx) 16 %
matéria não gordurosas do leite 1,2%.

Gordura:

Normalmente a manteiga contém 80-84% de matéria gorda. A matéria gorda é composta de diversos lipídeos que apresentam diferenças em suas características. Quimicamente consideradas, essas gorduras triglicérides de ácidos graxos, ou ainda, ácidos graxos combinados com a glicerina. Ao ácidos graxos principais são: oleico, palmítico, esteárico, mirístico, láurico, butírico, capróico, cáprílico e cáprico.
Matérias Nitrogenadas:
Na manteiga encontra-se um porcentagem de matéria nitrogenadas de 0,4 a 0,8%, com uma média razoável de 0,6%. Apesar dessa baixa porcentagem, tem grande importância na textura a manteiga e uma acentuada influencia sobre a propriedades de conservação da mesma.
As principais matéria nitrogenadas contidas na manteiga são caseína e lactalbumina, contendo alem disso, traços de lactoglobulina. A caseína encontra-se na manteiga em estado de fosfocaseinato de cálcio e lactato de cálcio. Como na manteiga encontra-se em estado coloidal proporciona-lhe esta estrutura cerosa característica, diferente das outras gorduras nas quais é granular e farinhosa. A albumina influi também participando da textura do corpo e da retenção de umidade da manteiga.

Sais minerais:
Os sais minerais encontram-se na manteiga na escassa proporção de 0,09 a 0,20% e, mais propriamente entre e0,12 e 0,14%. Estão representados por óxidos de potássio, sódio, cálcio, magnésio e ferro, anidrido fosfórico, ácido sulfúrico e cloro.
Ácidos:
pequena quantidade de ácidos, predominado o ácido lático, e em proporções menores, os ácidos acético, propiônico, glicólico.
Vitaminas
Além do valor alimentício, a manteiga possui propriedades biológicas, que se consideram como essenciais para as funções normais da vida animal, são as vitaminas.
A ausência de vitaminas na alimentação determinam transtornos e lesões de suma gravidade no organismo.
Na manteiga elaborada com todos os requisitos da técnica moderna encontra-se as vitaminas lipossóluveis A, D, e, K e colina, enquanto as hidrossolúveis (B1, B2, C) não se encontram na manteiga ou se acham em quantidades insuficientes para as necessidades orgânicas, pois são eliminadas em quase sua totalidade no leite desnatado ao desnatar o leite, no leitelho e na água de lavagem da manteiga.( fonte:http://www.fag.edu.br)


MARGARINA


COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA MARGARINA:
Gorduras Vegetais Hidrogenadas, Sebo Animal, Ácido Sulfúrico, Leite de Vaca, Soda Cáustica, Ácido Benzóico, Ácido Butil Hidroxitolueno(explosivo), Galato Propila, Corante Artificial(CI, CII, etc.), Aromatizantes Artificiais(PI, PIV), Antioxidantes Artificiais(AV, AVI e AVIII), Estabilizantes Artificiais, Vitamina "A" Sintética ou Acetato de Vitamina A2,20.COC Co)
RISCOS DE CONSUMO:
Ácido Sulfúrico, soda cáustica, ácido benzóico, antioxidante, aromatizante, estabilizante; estes são alguns ingredientes utilizados na fabricação da Margarina – produto que freqüenta com desenvoltura as mesas de milhões de pessoas no mundo inteiro.

A margarina contém ainda outros componentes altamente nocivos à saúde, como óleos vegetais saturados e sebo bovino. O óleo vegetal da Margarina recebe átomos de hidrogênio na sua industrialização e os fabricantes ainda usam quinze diferentes produtos químicos, inclusive um que é explosivo – o ácido butil hidroxitolueno – para quebrar as estruturas de sebo de boi e conservar a mistura. ( fonte:http://peshp.vilabol.uol.com.br)

Agora voce já sabe o que colocar no seu pãozinho????????

quarta-feira, 8 de junho de 2011

XQUIMICA NA MÁXIMA 13

ALÔ PESSOAL!
Acima a capa da revista MÁXIMA de junho, 13° edição. Na pág. 80 tem uma matéria sobre chá preto .
XQUIMICA foi uma das consultorias dessa reportagem, assim como na MÁXIMA de maio, sobre o papel alumínio.
Obrigada!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

DIOXINAS




ALÔ PESSOAL!!!!!

Estava fazendo o planejamento da aula de amanhã quando vi essas fotos de um político ucraniano:

Um caso famoso e recente.Victor Yushchenko, candidato a presidência da Ucrânia em 2004 ficou seriamente doente durante a corrida presidencial no começo de Setembro. No diagnóstico, pancreatite aguda e edemas relacionados a uma infecção viral e compostos químicos que não são normalmente encontrados nos alimentos levaram o presidenciável a afirmar que havia sido envenenado.Yushchenko então reapareceu com o rosto completamente desfigurado (foto abaixo) devido a cloracne ocasionada por envenenamento por dioxina. A concentração de dioxina no sangue do candidato encontrava-se 6000 vezes acima do normal. Apesar de polêmico, esse diagnóstico foi o mais aceito até então, e a premissa de envenenamento foi mantida.( fonte:http://scienceblogs.com.br)


mas afinal, o que dioxina?
Não é uma substancia só, mas um conjunto delas e a mais famosa é a fórmula acima.

Dioxina é um composto orgânico, heterocíclico, antiaromático, com a fórmula C4H4O2. A dioxina é um solvente orgânico altamente tóxico, carcinogênico e teratogênico.

Como são formadas?

As dioxinas são subprodutos não intencionais de muitos processos industriais nos quais o cloro e produtos químicos dele derivados são produzidos, utilizados e eliminados. As emissões industriais de dioxina para o meio-ambiente podem ser transportadas a longas distâncias por correntes atmosféricas e, de forma menos importante, pelas correntes dos rios e dos mares. Conseqüentemente, as dioxinas estão agora presentes no globo de forma difusa. Estima-se que, mesmo que a produção cesse hoje completamente, os níveis ambientais levarão anos para diminuir. Isto ocorre porque as dioxinas são persistentes, levam de anos a séculos para degradarem-se e podem ser continuamente recicladas no meio-ambiente.
A dioxina mais potente que se conhece é a 2,3,7,8-tetraclorodibenzo-p-dioxina (TCDD).

Perigos da dioxina
A exposição humana às dioxinas provém quase que exclusivamente da ingestão alimentar, especialmente de carne, peixes e laticínios. Exposições extremamente altas de seres humanos às dioxinas que acontecem, por exemplo, após exposição acidental/ocupacional, juntamente com experimentação em animais de laboratório, mostraram efeitos de toxicidade no desenvolvimento e reprodutiva, efeitos sobre o sistema imunológico e carcinogenicidade.
XQUIMICA ADVERTE: ISSO É PERIGOSO!

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante