segunda-feira, 4 de julho de 2011

PRESSÃO OSMÓTICA

OLÁ PESSOAL!!!!!!

Muito frio?
Acredito que sim, SP hoje está com 10°C...Mas tem um assunto que ficou pendente: pressão osmótica e vamos entender o que é isso!
Observe a figura ao lado: duas soluções onde uma é com açúcar e outra com sal.


Na primeira parte a solução com açúcar é mais diluida ( 0,1mol/litro) .
Qual a tendência?
Ocorrer uma passagem de solvente da solução menos concentrada para a mais concentrada: é o que vemos na segunda parte da figura.
Esse processo é natural e ocorre o tempo todo em nossas células.
Agora, e se eu quiser o inverso?
Que o solvente da parte mais concentrada vá para a parte menos concentrada?Imagine água pura e água salgada: quero tirar o sal dessa água ( processo de dessalinização)
mas sem perder a água....
A pressão osmótica entra nesse ponto, porque pressiona a água que está misturada com o sal a ir para o lado da água pura.
É assim que os países árabes desérticos e banhados por mar conseguem água para seu consumo e utilização. Veja a figura abaixo onde há dois pesos sobre a solução que força a passagem da água da solução para o lado da água pura.Eles representam a pressão osmótica, representada pela letra Π.
É uma maneira viável? Sim, só depende da resistência da membrana semi permeável, que sofre uma pressão muito grande e rompe, comprometendo o processo.



E como se calcula essa pressão?

Aí vai :
Π = M.R.T.i
Sendo:
π = pressão osmótica da solução
M = concentração do soluto em solução expressa em mols/L (molaridade)
R = constante universal dos gases perfeitos, cujo valores são 0,082 atm.L.K-1.mol-1 ou 62,3 mmHg.L.K-1.mol-1 ou 8,31 J/mol.K
T = temperatura em Kelvin
i = fator de correção de Van't Hoff
Bonitinho, não?
(imagens:brasilescola.com.br)

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante