segunda-feira, 5 de maio de 2014

RESUMO DE PILHAS DE DANIELL

CÁLCULO DA DDP EM UMA PILHA DE DANIELL

ALÔ PESSOAL!!!!!!!!!!
Acabaram os feriados ( por enquanto!), então vamos  atualizar  nossos conhecimentos!
Para se calcular a DDP de uma pilha é necessário que as duas equações estejam na mesma forma: oxidação ou redução.
Se uma delas estiver invertida, é necessário colocá-la na mesma forma que a outra.
 A capacidade de sofrer redução é chamada de Potencial de Redução (Ered). Visto que esse valor depende da pressão, temperatura e concentração da solução, determinou-se um potencial-padrão (ou normal, em 25°C, pressão de 1atm, e concentração de 1,0 mol/L) que é identificado pelo símbolo E0. O contrário também é verdadeiro, existe o Potencial de Oxidação (Eóxi).
Em uma pilha, a espécie que apresenta maior E0 red sofre redução e a outra espécie, de maior E0 óxi, sofre oxidação.

A força eletromotriz ( FEM) pode ser expressa em termos de potencial de redução ou de oxidação. É importante lembrar que esses potenciais têm o mesmo valor, porém possuem sinais contrários.
Para calcularmos a voltagem de uma pilha no estado padrão, usamos a seguinte expressão:

∆E0 =  E0red (cátodo)  -  E0 red (ânodo)

ou
                                             ∆E0 =  E0oxi (ânodo) -  E0 oxi (cátodo)Exemplo:
Zn2+(aq) + 2 e- ↔  Zn( s)                Ered = - 0,76 V
Cu2+(aq) + 2 e- ↔  Cu( s)                  Ered = + 0,34 V

Cálculo da ddp:

∆E0 = E0red (maior) - E0 red (menor)
∆E0 = Ered Cu2+ - Ered Zn2+
∆E0 = + 0,34 – (- 0,76)
∆E0 = + 1,10 V
 Veja que as duas equações são semi reações de redução.
Quando o valor da ddp é positivo a pilha pode ser montada.
clique neste endereço e faça a simulação de uma pilha de Daniell !
http://www.portalsaofrancisco.com.br

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante