quarta-feira, 30 de março de 2011

SEPARAÇÃO DO AR ATMOSFÉRICO


ALÔ PESSOAL!

Tenho visto que muitos acessos ao blog procuram por separações de misturas, tanto homogeneas quanto heterogeneas.

Então surgiu uma pergunta: como se obtém oxigênio, hidrogênio e outros gases que estão no ar atmosférico?

Pensem bem: é uma mistura gasosa e com tal é homogenea.

Então, que tal torná- la líquida?

Ar líquido? Isso aí, povo!

Lembre-se que o ar atmosférico se constitui de uma mistura homogênea, contendo 78% de N2, 21% de O2 e 1% de outros gases. O método industrial utilizado para separar os componentes do ar seco é a destilação fracionada do ar líquido. Para torná-lo liquefeito, é preciso resfriá-lo a –200 °C — temperatura difícil de ser obtida. Pode-se também resfriar o ar de outra maneira:comprimindo-o e, em seguida, permitindo que se expanda rapidamente. Uma vez liquefeito, o ar é introduzido em uma coluna de fracionamento.( figura ao lado ) Após a separação dos componentes do ar, estes são armazenados em cilindros de aço e comercializados.

Vejamos em que podem ser usados:

O2 — alimentação de combustão (queima), aparelhos de respiração artificial, produção de aço;

N2 — produção de amônia, ácido nítrico e fertilizantes;

Ar — preenchimento de lâmpadas de filamento.

Como tudo na química até o ar tem uma explicação!

(imagem e texto adaptado:www.agracadaquimica.com)

segunda-feira, 28 de março de 2011

PROCESSOS DE SEPARAÇÃO IV

(imagem acima:http://vsites.unb.br/iq/kleber/CursosVirtuais)
A cristalização permite a separação de um soluto através da filtração e evaporação do solvente.

A cromatografia é usada para separar pigmentos de uma mistura colorida.Nesse caso são necessários papel e álcool etílico.









(imagens deseparações:http://www.notapositiva.com)

SEPARAÇÃO DE MISTURAS III

Abaixo, separação por flotação: o mais leve sobe e o mais pesado desce na presença de um líquido( normalmente a água )
Ao lado um exemplo de destilação fracionada, onde os vários componentes do petróleo são separados de acordo com suas temperaturas.

SEPARAÇÃO DE MISTURAS II

Acima uma forma de empregar a sublimação: uma mistura de iodo e areia, onde o iodo é aquecido e passa a vapor.Quando encontra o vidro de relógio, mais frio, solidifica outra vez.


Aqui voce tem uma centrífuga, necessária para separar a parte sólida do sangue, por exemplo.Em alta rotação, os mais pesados ficam no fundo dos tubos, e o mais leve, sobrenadante.












LIXÍVIA E LIXIVIAÇÃO


AlÔ PESSOAL!!!!!!!!

Tudo bem?

Que tempinho mais "doido" esse ! Ontem fez 31°C em SãoPaulo e hoje já está beirando isso..

Mas olhando alguns termos encontrei um que me tirou o "sono": lixiviação!!!!!!!! Parece xingamento, mas é um processo.

Lixiviação é o processo de extração de uma substância presente em componentes sólidos através da sua dissolução num líquido. É um termo utilizado em vários campos da ciência, tal como a geologia, ciências do solo, metalurgia e química. O termo original refere-se a ação solubilizadora de água misturada com cinzas dissolvidas (lixívia) constituindo uma solução alcalina eficaz na limpeza de objetos, mas, em geoquímica ou geologia de modo geral, usa-se para indicar qualquer processo de extração ou solubilização seletiva de constituintes químicos de uma rocha, mineral, depósito sedimentar, solo, etc.. pela ação de um fluido perclorante, ou seja, um que faça com que a substância procurada se misture e forme um fluido. Nas regiões equatoriais, e nas áreas de clima úmido, com abundantes precipitações sazonais, verifica-se, com maior facilidade, os efeitos da lixiviação do solo. Dentre os componentes que são extraídos constam minerais solúveis, como fósforo, cálcio, nitrogênio, etc. Em metalurgia a lixiviação é utilizada na separação de metais com valor comercial de um outro minério associado, por meio de solução aquosa de maneira barata por dispensar o beneficiamento do minério e, em outros casos, é usada a chamada "lixiviação inversa" para se fazer a remoção de impurezas.

A lixiviação é o processo de separação de uma substância solúvel de outra insolúvel, lavando com um solvente, tal como água; lixiviando. Os testes no laboratório são efetuados com um agitador rotativo.

Lixívia tem definições contraditórias: há uma corrente que coloca como sendo água sanitária (hipoclorito de sódio ) e outra dizendo que líxivia é a solução de soda caustica com água:

"Lixívia: é a mistura da soda caústica com a água. Cuidado ao manusear soda caústica; use luvas de borracha, óculos de proteção, camisa de mangas compridas. Ao abrir a embalagem desprende-se um pó que é tóxico; procure não inalá-lo.Despeje vagarosamente a soda caústica em escamas sobre a água mantendo agitação constante até a sua total dissolução. Não use recipiente de alumínio porque a soda caústica reage com o alumínio corroendo-o. Nunca despeje a água sobre a soda caústica."

A lixívia, água sanitária, ou barrela é um composto químico para limpeza e desinfecção de superfícies, cujo produto ativo, o hipoclorito de sódio, tem a fórmula química NaClO. É muito utilizada como agente clareador (alvejante) e possui excelente ação bactericida. Dissolve substâncias orgânicas mortas. Também é reativa com componentes à base de amoníaco.
(wikipédia e outros)
No dicionário Aulete:

1-Dissolução alcalina que serve para branquear a roupa;

2- Solução alcalina ou salina destinada à saponificação 3- Solução aquosa concentrada de carbonatos ou de hidróxidos de sódio ou de potássio, destinada à lavagem de tecido, remoção de tinta .

Lixívia negra

Na indústria papeleira, líquido que se forma no cozimento da polpa de celulose, e que contém substâncias valiosas que dele se podem separar por processos especiais.

Várias definições, várias funções?????????

Complicou!

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante