sábado, 10 de abril de 2010

SUBNIVEIS S P D F

ALÔ PESSOAL!!!!!!!!! Belo dia para entender de orbitais atômicos, não?




A ordem do diagrama que se lê é:
1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6, 4s2, 3d10, 4p6, 5s2, 4d10, 5p6, 6s2, 4f14, 5d10, 6p6, 7s2, 5f14, 6d10, 7p6.


Os subníveis são designados por letras: s (sharp = nítido), p (principal), d (diffuse = difuso), f (frequentely), g, h e i, sendo esses 3 últimos ausentes do diagrama convencional, pois, apesar de existirem na teoria, não há átomo que possua tantos elétrons e que seja necessário utilizar esses subníveis.(http://images.google.com.br/ )
As imagens acima dos orbitais http://lincoln.pps.k12.or.us/
Agora, vem dizer que não dá para entender os subniveis de energia!No diagrama voce confere que os subniveis s tem menor energia de todos.

Não esqueça que para determinar os números quanticos são necessários 4 números: a camada ou nivel , o número do subnivel ( s=0, p=1, d=2, f=3) e depois o número magnético que varia de acordo com o número do subnivel de - para + ( ex: subnivel p = 1 --> números magnéticos: -1, 0 +1 )
Cada número magnético é como se fosse uma "casinha" cabem, no máximo, 2 elétrons: assim no subnivel p tem 3 casinhas e cada uma com 2 eletrons o que faz p6 !
E claro tem o quarto número que é controverso spin, ou rotação do elétron.
Vamos lá, nem é tão complicado assim...
XQUIMICA SUPER NIVELADA!


quarta-feira, 7 de abril de 2010

GRAFENO - NOVA GERAÇÃO DA NANOTECNOLOGIA



(imagens e texto:http://lqes.iqm.unicamp.br )


ALÔ PESSOAL!!!!!!

como prometido aqui está o grafeno .
Quem é ele?
Grafeno, uma nova forma de carbono - descoberta, há dois anos, pelo físico Andre Geim -, com a espessura de apenas um átomo.
As formas comuns do carbono são a grafite (onde os átomos são arranjados em "folhas" ligadas entre si por ligações fracas, o que explica suas propriedades lubrificantes) e o diamante (no qual os átomos formam uma estrutura cristalina regular e muito resistente). Os cientistas compararam o arranjo atômico do grafeno à tela de um galinheiro, mas apresentando uma leve ondulação em sua espessura, reforçando, assim, sua estrutura.


Já há muita coisa sobre o grafeno. Esse material, composto de um único plano de um cristal de grafite e que tem, portanto, a mesma estrutura reticular de um nanotubo desenrolado, partilha um grande número das propriedades mirabolantes dos nanotubos de carbono, e notadamente a mobilidade eletrônica a mais elevada, à temperatura ambiente, entre todos os materiais conhecidos.
Essas propriedades fazem das estruturas à base de carbono componentes ideais para as aplicações nos circuitos de alta freqüência.
Além disso, a estrutura intrinsecamente bidimensional do grafeno o torna especialmente adaptado à fabricação de componentes eletrônicos e de circuitos integrados, utilizando os procedimentos planares familiares à indústria dos semicondutores."Nossa pesquisa coloca o grafeno como o material mais forte já medido, cerca de 200 vezes mais forte do que o aço estrutural," diz o pesquisador James Hone. "Seria necessário um elefante, equilibrado sobre a ponta de um lápis, para quebrar uma folha de grafeno "!

E DEPOIS DIZEM QUE A QUÍMICA NÃO É LINDA!
É MARAVILHOSA, GRANDIOSA E BAZINGA!

terça-feira, 6 de abril de 2010

COMPOSIÇÃO DO FERRO FLUIDO

AlÔ PESSOAL!!!!!!!!!!!
E a páscoa, como foi? Receberam muitos generosos "ovos" de chocolate, recheados de bombons bem bons?
XQUIMICA COMO SEMPRE TENTANDO DESCOBRIR O PORQUÊ DAS COISAS QUE VOCE VÊ ( OU NÃO!)
garanto que fiquei "impipocada" com essa história da tinta que fica "magnética" ( tonner de impressora)
Pensei - " para que isso ocorra tem que haver metal no meio desta tinta. Fui atrás da composição e voilà, não encontrei dados precisos. ( cada fabricante diz uma coisa diferente!)
Aí o Victor ( meu master colaborador) indicou um site e através dele descobri mais algumas coisas e uma outra forma de fazer o "ferro fluido"
Só empacamos em um ponto: não se vende acetona !
O que poderia substituir?
Aí vai a explicação e a receita:
O ferrofluido é uma substância muito interessante, formada por partículas de ferro suspensas em óleo. Ele é utilizado para selar hermeticamente buracos em máquinas, e também para resfriar caixas de som, por exemplo, além de várias outras aplicações. Mas o interesse doméstico no ferrofluido existe porque a substância causa efeitos visuais incríveis quando entra em contato com um imã.
As partículas de óxido de ferro presentes no líquido se ligam fortemente às moléculas de óleo, impedindo que o ferro e o líquido se separem. Quando entram em contato com um campo magnético, as forças presentes no ferrofluido “lutam”: o ferro quer se aproximar do imã, enquanto o óleo fica no lugar. Essa disputa por um lugar cria picos na substância.
O ferrofluido pode ser comprado, mas é extremamente caro para ser usado para simples diversão em casa. Por isso, vamos ensinar um meio caseiro para produzir o ferrofluido. Não deixe de nos contar a sua experiência depois!
Para fazer o ferrofluido:
500 ml de acetona
10 fitas cassete ou 4 fitas VHS
5 ml de óleo de cozinha
Um imã
Primeiro, você precisará destruir as fitas, então tome cuidado para não escolher a fita com as gravações do seu casamento, por exemplo. A experiência utiliza apenas a fita flexível.
Depois, coloque as fitas dentro de um balde com a acetona e espere por algumas horas. Para que a acetona não evapore, tampe o recipiente.
O próximo passo consiste em separar o óxido férrico do líquido da acetona. Embrulhe o imã com um papel e passe no recipiente, coletando o ferro e colocando em outro lugar.
Misture o óxido férrico separado com o óleo, e pronto! Use um bom imã para ver os efeitos visuais do ferrofluido e divirta-se!( http://hypescience.com/21749-faca-em-casa-o-curioso-ferrofluido/)

Agora uma perguntinha; voce sabe o que é grafeno?
AH! Sheldon Cooper falou sobre ele e, claro, fui verificar! Eu já descobri, e voces???????
Aguardem a próxima postagem!
BAZINGA!
XQUIMICA FLUIDA E MAGNETICA!!!!!!!!


Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante