segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

VIAGEM COM RESPONSABILIDADE

ALÔ PESSOAL!

Fim de ano batendo na porta e as malas quase no portão de casa.
Se vai viajar, preste atenção nessas dicas da SUPER, em reportagem de Lydia Cintra:
Fazer um turismo sustentável é levar na bagagem, além da máquina fotográfica para registrar os melhores momentos, o respeito à cultura e ao meio ambiente do local visitado. Por isso, ele não é feito apenas quando o roteiro envolve trilhas ou esportes radicais. Entenda a diferença entre alguns conceitos e aproveite melhor a sua próxima viagem!
Turismo de aventura
É a modalidade em que o turista protagoniza atividades de aventura (entendidas como “experiências físicas e sensoriais recreativas que envolvem desafios e que podem proporcionar sensações diversas como liberdade, prazer e superação”) como canoagem, ciclismo, arborismo e mergulho. As práticas podem ocorrer em diversos espaços (natural, construído, urbano, rural) e são de caráter recreativo e não competitivo – quando há competição, é considerado Turismo de Esportes.
Ecoturismo (ou turismo ecológico)

Segmento que considera viagens a áreas naturais como uma atividade responsável, que incentiva a conservação do patrimônio natural e cultural e promove o bem-estar das populações locais e a consciência ambiental nos turistas. Por isso, o ecoturismo pressupõe atividades que promovem a reflexão e a integração entre homem e ambiente, com envolvimento do turista nas questões relacionadas à conservação dos recursos do destino escolhido, que deve ser aproveitado de forma “ecologicamente suportável a longo prazo, economicamente viável, assim como ética e socialmente equitativo para as comunidades locais”, segundo a OMT (Organização Mundial do Turismo).
Turismo sustentável

É mais que um segmento do turismo – representa, na verdade, um conceito dentro do qual se encaixam todos os “tipos”, como ecoturismo e de aventura. Segundo a Organização Mundial de Turismo e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, os princípios do Turismo Sustentável “são aplicáveis e devem servir de premissa para todos os tipos de turismo em quaisquer destinos”. Um turismo que se desenvolve de forma sustentável envolve questões como a gestão dos recursos econômicos, sociais e estéticos, e mantém a diversidade biológica e particularidades culturais.

Isso significa não levar para casa "lembrancinhas" como pedras, conchas, pedaços de madeira, vegetação nativa, e nem sair por aí deixando "rastros" como papéis, garrafas plásticas ou não,restos de comida e sacolas plásticas ( essa tem sido a causa da morte de vários animais marinhos que engolem o plástico ).
Cuidar do planeta não é somente pensar em grandes atitudes, mas cuidar das pequenas coisas também.

MÁXIMA E XQUIMICA

ALÔ PESSOAL!
Essa é a revista MÁXIMA, edição dezembro.
Nela tem uma reportagem "Simples Assim" sobre o leite.
E XQUIMICA,mais uma vez, atuou como consultoria.


Parceria que queremos manter em 2012!



Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante