sábado, 20 de março de 2010

URANIO ENRIQUECIDO - COMO SE FAZ?


OLÁ PESSOAL!!!!!!

Dia de sol em SP, calor que vem e vai, tempos de aquecimento global!
Mas hoje eu estava pensando: como é mesmo a história do uranio enriquecido???????
Pela Lei das radiações ele pode ser transformado em plutonio e aí o "bicho" pega.
Plutonio (além do proprio uranio) é um elemento radioativo bem interessante para quem quer fabricar bombas nucleares, e nós sabemos que alguns "governantes mundiais" estão doidinhos para ter uma dessas "bombinhas" em casa e ficar fazendo "terrorismo" com os vizinhos...

Mas a questão é: como se enriquece o urânio? ( telesena, loteria federal, lotomania, big brothers?) - piadinha de sábado, dá um desconto....

Fui atrás do "Mundo Estranho"( mundoestranho.abril.com.br) :
imagem:wikipédia- uma patilha de uranio altamente enriquecida!

1. O urânio sai das minas na forma de dióxido de urânio (UO2), misturado a argila, enxofre e outras impurezas. Uma tonelada desse metal na natureza contém apenas 7 quilos de urânio-235 (U-235), o ideal para gerar energia nuclear. O principal composto restante é o menos aproveitável urânio-238 (U-238)
2. O urânio bruto é limpo com elementos como ácido sulfúrico e transformado em pó. Depois, é submetido a um gás à base de flúor sob uma temperatura de 550 ºC, tornando-se uma substância gasosa também. Esse produto passa por um novo banho de flúor, a 350 ºC, e vira um gás com moléculas compostas por um átomo de urânio e seis de flúor (UF6)
3. O UF6 é direcionado contra uma espécie de peneira, uma barreira cheia de poros microscópicos. O U-235 é menor que o U-238 e passa pelos poros mais facilmente. A passagem pela "peneira" é repetida até a concentração de U-235 chegar ao nível desejado. Depois, outros processos separam o urânio enriquecido do flúor e transformam o metal gasoso em tabletes sólidos
4A. O urânio pobre - o U-238 barrado na "peneira" - também tem utilidade. Ele é aplicado na blindagem de tanques de guerra e na construção de projéteis (munições), já que é 2,5 vezes mais pesado que o aço. Mas também há um uso civil: denso, ele serve como contrapeso na carcaça de aviões
4B. O urânio pouco enriquecido, com 2% a 4% de U-235, é suficiente para as usinas nucleares. Nelas, a energia criada pela fissão desses átomos é usada para ferver água. E o vapor resultante move as turbinas, gerando eletricidade. Esse mesmo urânio também é usado para impulsionar submarinos e porta-aviões nucleares
4C. O metal altamente enriquecido tem entre 90% e 99% de U-235. Como essa concentração é muito grande, o produto gera uma energia absurda em frações de segundo. Por isso esse é o urânio enriquecido usado nas bombas atômicas. Alguns gramas dele causam mais destruição do que a vista em Hiroshima, no Japão, em 1945.

Mas a principal utilidade do urânio enriquecido é gerar energia elétrica. Ele recebe o adjetivo porque o urânio encontrado na natureza é bastante "pobre": 99,27% do metal é formado por urânio-238, que não serve para as usinas nucleares. Energeticamente falando, o que interessa mesmo é o urânio-235 (U-235), que compõe menos que 1% da massa total do urânio extraído nas minas. O produto enriquecido nada mais é que o metal bruto com uma porcentagem de U-235 aumentada artificialmente. Quando essa quantidade chega a 2% ou 3%, o produto já é capaz de gerar energia nas usinas.
Mesmo com essa proporção aparentemente baixa, a força que tal matéria-prima gera é absurda: alguns gramas de urânio enriquecido fornecem energia equivalente à da queima de toneladas de carvão ou de milhões de litros de gasolina. Esse poder todo vem da fissão, ou seja, da quebra dos átomos do U-235. Não existe forma mais eficiente de obter energia do que quebrar átomos. E o U-235 tem justamente a propriedade de se romper sem resistência. Basta lançar uma partícula - um nêutron, no caso -, para que ele arrebente e gere energia pura. Um exemplo funesto dessa força está nas bombas atômicas. A diferença é que o urânio dessas armas é bem mais rico em U-235 que o das usinas.

O urânio-238 que sobra do enriquecimento não vai todo para o lixo. Entre outras coisas, ele pode ser convertido em plutônio, que também serve para as usinas nucleares e, infelizmente, para a fabricação de mais bombas.


XQUIMICA EM ALERTA VERMELHO!!!!!!!!

sexta-feira, 19 de março de 2010

CONGELA OU NÃO CONGELA?


OLÁ, FRIENDS,MUCHACHOS, AMIGOS!

Imagina a situação: seu pai pede para voce buscar aquela cerveja geladéssima no congelador .
Voce, mais do rapidamente, pega a garrafa pelo meio e SCAMBAU!!!!!!!!!!
A cerveja congelou total!
Como? Onde? Por quê?
Se voce ler abaixo não só vai levar uma cerveja líquida muito gelada : vai surpreender o paizão com as explicações químicas !!!!!!!!!! :)
A cerveja nada mais é do que uma solução aquosa. Na água nós temos as substâncias responsáveis pelo sabor e odor dissolvidas, juntamente com o álcool e o gás carbônico. Ao ser engarrafada, a pressão interna aumenta, abaixando o ponto de congelamento. A presença do álcool também abaixa o ponto de congelamento, mas por estar presente em pequena quantidade (aproximadamente 5% na cerveja), altera pouco. A mistura de todas estas substâncias é que explica porque a cerveja não congela em temperatura bem abaixo da de congelamento da água, sendo possível encontrá-la no estado líquido mesmo abaixo de 0 ºC.( congelador - 5°C)
Nesta condição, a cerveja encontra-se em um estado metaestável, e um simples choque mecânico favorece o processo de cristalização. .
É justamente este fenômeno que ocorre na cerveja. A agitação mecânica permite que se formem os primeiros cristais de sólido e, então o fenômeno se propaga solidificando todo o líquido super-resfriado. Aconselha-se retirar a cerveja lentamente e sem movimentos bruscos, molhar a garrafa em água corrente para evitar este fenômeno.
Alguns outros fenômenos devem ser ainda considerados. Um deles seria o calor transmitido pela mão ao pegar na garrafa, provocando uma pequena expansão do gás presente líquido no interior, o que seria em outras palavras, uma perturbação ao estado de equilíbrio interno.Então pegue a garrafa pelo gargalo!
( fonte adaptada de http://www.quimicalizando.com/) (imagem:www.sabbadamusicbar.com.br)

XQUIMICA E A SEXTA FEIRA SEM CONGELAMENTO!!!!!!!

quinta-feira, 18 de março de 2010

CAPA DA INVISIBILIDADE- CHAMA O HARRY!

OLÁ PESSOAL!!!!!!!
NÃO PODA DEIXAR DE POSTAR ESSA REPORTAGEM QUE SÓ ESTARÁ AMANHÃ NA SCIENCE AMERICANA!
Cientistas europeus conseguiram criar, pela primeira vez, uma estrutura microscópica tridimensional que permite fazer um objeto desaparecer, um avanço no desenvolvimento da "capa de invisibilidade" popularizada pelo bruxinho Harry Potter, e anteciparam trabalhos que serão publicados na edição desta sexta-feira da revista científica americana Science.
Depois de cinco anos, os cientistas finalmente conseguiram produzir metamateriais - materiais compostos que não existem em estado natural - capazes de modificar o deslocamento da luz visível, ao fazê-la deslizar sobre um objeto de forma similar à da água sobre as rochas no fundo de um rio. Desta forma, qualquer objeto colocado sob eles fica invisível.Os cientistas já tinham desenvolvido uma estrutura dimensional, mas a nova "capa" é tridimensional, explicou à AFP Nicholas Stenger, do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe, na Alemanha, um dos três autores desde estudo.A primeira "capa de invisibilidade" criada era cilíndrica e o objeto que se queria tornar invisível tinha que ser colocado em seu interior.Nesta nova pesquisa, um objeto foi posicionado sob uma estrutura microscópica semelhante a um tapete refletor, e o montículo criado ficou invisível, assim como o tapete."Qualquer que seja o ângulo por onde se olhe, não se vê nada", explicou o cientista francês.( fonte:ig.com)

quarta-feira, 17 de março de 2010

TABELA PERIÓDICA, SEMPRE LINDONA!

imagem:http://www.meta-synthesis.com/
OLÁ PESSOAL DO LADO DE CÁ E DO LADO DE LÁ!!!!!!!
O meu ex aluno Victor mandou uma foto de uma tabela das galáxias!!!!!!!
Quais as vantagens?
Leia:
A tabela original, do ano de 1869, tem o formato retangular no qual os elementos estão dispostos em linhas horizontais, aqueles que tem características semelhantes, aparecem em intervalos regulares nas linhas verticais. Já o novo modelo apresenta os elementos em forma de espiral, o autor explica que esse formato diferenciado facilita a compreensão, pois “o cérebro humano se adapta melhor a curvas do que a retas”. Os elementos também são apresentados em círculos ligados a outros círculos menores com o número atômico correspondente.
As cores que representam os elementos continuam as mesmas. O que também facilita a adaptação. Já a analogia com as galáxias vai além do formato. Por ser uma espiral infinita, a nova tabela permite que sejam acrescentados novos elementos que venham a ser descobertos, pois, assim como microcosmo, a atividade atômica não é estática.
A nova localização do Hidrogênio (H)
O Hidrogênio, que na Tabela de Mendeleev fica perto dos metais alcalinos, ganhou nova posição, na espiral - fica colocado em um aro mais central, perto do Carbono (C), justificando essa alteração pelo fato de haver mais afinidade entre o Hidrogênio e o Carbono, com quem faz ligações com mais facilidade, do que entre o Hidrogênio e o lítio (Li), ou com os metais alcalinos.
Embora tenha mudado de posição, o Hidrogênio continua não pertencendo a nenhuma família. Este fato é sinalizado por Stewart pela ausência de um traço interligando Hidrogênio e Carbono (C).
Neutrônio: o novo elemento
A existência do novo elemento ainda é uma suposição dos cientistas. O que se sabe até agora é que ele teria apenas nêutrons em seu núcleo, o que faria dele um elemento muito pesado. E seguindo a lógica de Rutherford se localiza no centro da espiral.

(fonte:www.igeduca.com.br)






terça-feira, 16 de março de 2010

SEPARAÇÃO DE MISTURAS






















OLÁ PESSOAL! Como estão voces? tudo bem?
E as provas, começando, não?
Quem tem laboratório na escola sabe o que representam essa figuras, mas quem não tem essa chance, fica meio perdido!
Então para isso o XQUIMICA está aqui!
Esses aparelhos são metodos de separação de misturas homogeneas e heterogeneas .
Então, de cima para baixo:
destilação fracionada e decantação( separa o sólido de um liquido : espera o mais pesado descer e o mais leve sobe)- observe que na destilação fracionada tem os termometros para indicar a temperatura dos liquidos.
Filtração e imantação- observe que o imã pega somente os ferrinhos e fica a areia.
Funil de bromo ( separa líquidos imisciveis ) e destilação simples ( separa misturas homogeneas de sólido e líquido)
(imagens: cqfcaritas.blogspot.com ; educar.sc.usp.br ; fqsanches.blogspot.com )

segunda-feira, 15 de março de 2010

ALERTA PARA AS EMISSÕES DE CO2!

(imagem: noticias.digi.com.br)
ALÔ PESSOAL!!!!!!!!!!
Deu uma "baita" chuva ontem, muito pneu rodou na Fórmula Indy, aqui em São Paulo!
Foi em pleno sambódromo, mega doidice!
Mas o assunto é gás carbônico! AIAIAIAIAIAIAIIIIIIIII! Estamos caminhando neste efeito estufa mais rápido do que as previsões!
Leia o texto da agencia Reuters:

Os níveis do principal gás causador do efeito estufa presentes na atmosfera subiram para um pico novo em 2010, apesar da recessão econômica em muitos países que freou a produção industrial, mostraram dados divulgados na segunda-feira.
O dióxido de carbono, medido na estação norueguesa Zeppelin, no arquipélago ártico de Svalbard, subiu para a média de 393,71 partes por milhão da atmosfera nas primeiras duas semanas de março, contra 393,17 partes por milhão no mesmo período de 2009, continuando com a tendência de aumento que se estende há anos."Olhando para os dados recebidos do Zeppelin desde o final dos anos 1980, parece que o aumento está acelerando", disse Johan Stroem, do Instituto Polar Norueguês, falando dos dados compilados pela Universidade de Estocolmo.O aumento nas concentrações de CO2, que estão próximos do pico anual observado antes do crescimento de vegetação (que absorve o carbono) na primavera do Hemisfério Norte, foi abaixo do ganho médio do ano, de cerca de 2 partes por milhão."Mesmo assim, os dados confirmam o aumento", disse Stroem, falando dos dados relativos às duas primeiras semanas de março fornecidos à Reuters. As concentrações variam de semana a semana, dependendo dos ventos no Ártico.As concentrações de carbono subiram em mais de um terço desde que a Revolução Industrial introduziu o uso mais amplo de combustíveis fósseis. Um estudo feito em 2009 do oceano ao largo da África indicou que os níveis de carbono atmosféricos estão no ponto mais alto em 2,1 milhões de anos.Ao que tudo indica, a recessão que atingiu muitos países em 2009 não afetou o aumento do nível de CO2. A Agência Internacional de Energia estimou em setembro que as emissões de dióxido de carbono cairiam cerca de 2,6 por cento em 2009 devido ao declínio na atividade industrial.As concentrações podem continuar a subir, porque cada molécula de carbono emitida normalmente permanece na atmosfera por muitos anos. O painel de cientistas climáticos da ONU diz que o aumento da concentração de carbono vai causar mais enchentes, deslizamentos de lama, ondas de calor, tempestades de areia e elevações do nível dos mares.Os dados "parecem indicar que estamos continuando a emitir carbono como se não houvesse amanhã", disse Kim Holmen, diretor de pesquisas do Instituto Polar Norueguês.A concentração cada vez maior de dióxido de carbono, também registrada desde o final da década de 1950 em medições feitas desde o alto de uma montanha no Havaí, é um dos elementos mais fortes no argumento dos cientistas climáticos de que a humanidade é a culpada pelo aquecimento global.Céticos passaram a questionar o argumento científico desde que vazamentos de e-mails de uma universidade britânica, no ano passado, aparentemente indicaram que alguns pesquisadores climáticos são intolerantes de visões discordantes.
O painel de cientistas climáticos da ONU, que enfrenta criticas por erros que incluem uma estimativa exagerada da rapidez em que as geleiras do Himalaia estão derretendo, diz que tem mais de 90 % de certeza de que o aquecimento global é provocado por atividades humanas.
XQUIMICA PRESTES A DERRETER DE MEDO!!!!!!

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante