segunda-feira, 5 de agosto de 2013

GORDURA BRANCA E GORDURA MARROM

ALÔ PESSOAL!
Vamos entender esses termos?
Agora se tornaram " comuns" nos programas de dietas diferenciar uma da outra.
Vamos ver?



A gordura branca se acumula no corpo, principalmente no abdômen e vísceras. Ela tem funções fisiológicas como insulação (manutenção da temperatura corporal) e depósito de energia para uso futuro. Existe também uma gordura menos conhecida, a gordura marrom, muito diferente da sua prima branca. Estruturalmente o tecido adiposo marrom é ricamente vascularizado e possui um número extraordinário de mitocôndrias (o que torna a gordura escura, com um tom marrom-avermelhado) enquanto o tecido adiposo branco possui somente um vaso para cada célula e um numero escasso de mitocôndrias (e por isso a gordura é branca). 
 
MITOCÔNDRIA - Uma pequena estrutura celular que funciona como uma fornalha produtora de energia, e está presente em todas as células existentes em nosso corpo, com exceção dos glóbulos vermelhos.
A gordura marrom é especial porque a sua única finalidade é gerar calor, um fenômeno conhecido como termogênese. No processo de produção de calor há um gasto de calorias, e estas calorias vêm da gordura branca armazenada no corpo. A má notícia é que ela corresponde a apenas 5% do peso corporal do bebê, e vai diminuindo gradualmente com o passar dos anos, até quase desaparecer na terceira idade. Por isso, quanto mais velhos ficamos, maior a dificuldade em se perder peso.
Diversas plantas e ervas têm efeito termogênico, ou seja, aumentam a temperatura corporal e estimulam a produção de gordura marrom, o que leva a uma aceleração do metabolismo e a uma redução da gordura branca acumulada no abdômen. Podemos citar a pimenta vermelha, gengibre, guaraná, mate, laranja amarga, chá verde, café, vinagre de maçã, óleo de coco, mostarda. Vegetais fibrosos, como couve, brócolis, acelga, repolho, agrião e rúcula, também tem ação termogênica, pois fazem o corpo gastar energia durante o processo digestivo. É importante notar que o consumo destes alimentos termogênicos deve ser constante, eles devem fazer parte do cardápio diário para poder haver um efeito palpável sobre a gordura acumulada.( Autor(a): Dra. Tamara Mazaracki)
ENTÃO PARA ENTENDER MELHOR:
Antes de tudo, precisaremos entender o que ocorre com o corpo após a prática regular de atividades físicas. Existem dois tipos de gordura no corpo: a branca e a marrom. A gordura marrom é a mais ativa. É ela que gera calor e queima a gordura. Já a gordura branca é o nosso estoque. Ela é a reserva do corpo e se eleva quando ganhamos peso.
Os recém-nascidos, como precisam permanecer mais aquecidos, têm mais gordura marrom e, ao longo da vida, esta gordura vai sendo substituída pela gordura branca. E é por isso que nos adultos a gordura marrom quase não existe.
No entanto, quando se pratica atividades físicas, o músculo libera algumas substâncias que transformam a gordura branca em gordura marrom. O resultado é o metabolismo mais acelerado e com maior queima de gordura.
E é justamente nesse ponto que entra a Irisina.
Foi descoberto que em exercícios de longa duração, os músculos liberam a Irisina. A Irisina seria então uma dessas substâncias que transformariam o tecido adiposo branco em marrom e, portanto, agiria no aumento do metabolismo e do gasto calórico.( fonte:Dra. Andressa Heimbecher Soares) 
Se voces quiserem saber mais sobre a irisina, procurem aqui no XQUIMICA!


Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante