sábado, 3 de dezembro de 2011

OS 8 LUGARES MAIS CONTAMINADOS DE UM SHOPPING

ALÔ PESSOAL!!!!!!
Acabei de ver essa reportagem na hypescience.com. A original é da rede CNN.
É ler e chorar!!!!!!!!!
“Qualquer lugar em que as pessoas se reúnam fica cheio de bactérias e vírus, e um shopping center lotado é um exemplo perfeito disso”, explica o especialista em microbiologia e imunologia, Philip Tierno.
Fim de ano chegando, a loucura dos feriados e das compras batendo nas portas, e a última coisa que você quer é ficar doente, certo? Porém, quando estiver nas lojas, você também estará exposto a muitos germes – como os vírus da gripe, E. coli e estafilococos. Com isso em mente, verifique os piores locais infectados por germes do shopping, indicados por um painel de especialistas, e dicas para se manter saudável:
1 – Pia do banheiro
A área mais suja em um banheiro (e, portanto, no shopping todo) não é a privada ou a maçaneta – é a pia. As bactérias ficam na torneira porque as pessoas tocam essas superfícies logo após usar o banheiro. Como essa é uma área úmida, as bactérias podem sobreviver por mais tempo ali.
Cuidado com as saboneteiras, também – não só elas são manuseadas por muitas mãos sujas, como podem abrigar germes em si. Especialistas descobriram que uma em cada quatro saboneteiras de refil de banheiro público continham níveis inseguros de bactérias.
Para se proteger, lave bem as mãos depois de usar um banheiro público: esfregue com sabão durante pelo menos 20 segundos, e enxague bem. Use uma toalha de papel para desligar a torneira e abrir a porta. Se não há sabão ou toalhas de papel, mate germes com um desinfetante à base de álcool, utilizando pelo menos uma colher de sopa do produto.
Evite saboneteiras recarregáveis e use apenas sabão líquido que vem em refil selado; se isso não for uma opção, use apenas o desinfetante para as mãos.
2 – Mesas de alimentação
Mesmo se você ver alguém passando um pano na mesa, isso não significa que ela está limpa. Na verdade, o pano pode espalhar bactérias nocivas como a E. coli se não for trocado e lavado regularmente.
Considere levar lenços desinfetantes em sua bolsa para que você possa limpar a mesa antes de se sentar. Procure os que contêm álcool ou outro agente de desinfecção, a fim de matar os germes, e não apenas limpar a sujeira.
3 – Corrimão de escada rolante
Durante testes, pesquisadores encontraram comida, E. coli, urina, muco, fezes e sangue no corrimão de escadas rolantes – e onde há muco, você também pode encontrar vírus. O certo é evitar tocar corrimões, a menos que seja absolutamente necessário – neste caso, use desinfetante para as mãos depois.
4 – Teclados
Qualquer tela ou teclado que várias pessoas tenham que tocar (como de caixas eletrônicos) pode conter uma média de 1.200 germes, incluindo micróbios que induzem doenças. O pior é o botão “enter”, porque todo mundo tem que tocá-lo.
Para evitar riscos, não use a ponta do dedo para apertar os botões, que são mais propensas a encontrar o caminho para seu nariz ou boca. E não se esqueça de lavar as mãos ou usar desinfetante depois.
5 – Lojas de brinquedo
Lojas de brinquedos podem ter mais germes que áreas de jogo, carrosséis, e outras zonas para crianças, simplesmente por causa da maneira como elas se comportam lá. Crianças lambem brinquedos, os rolam em suas cabeças, esfregam em seus rostos, e tudo isso deixa uma grande quantidade de germes.
Se você fizer uma compra, limpe qualquer brinquedo que não esteja em uma caixa selada com água e sabão, álcool ou vinagre (que tem propriedades antimicrobianas) antes de dar para o seu filho. E, claro, use desinfetante para as mãos depois de limpá-lo.
6 – Provadores
Você não vai pegar muitos germes nos ganchos ou maçanetas. O culpado? O que você experimenta. Depois que as pessoas experimentam roupas, células da pele e transpiração podem se acumular no interior. Ambos podem servir de alimento para o crescimento bacteriano. Você pode até mesmo pegar bactérias resistentes a antibióticos apenas experimentando roupas.
Use sempre roupas íntimas (não fio dental!) por debaixo das roupas que experimentar, principalmente calças, trajes de banho e qualquer outro vestuário que tocar seus genitais ou reto. Tampe cortes ou arranhões, já que feridas abertas podem ser uma porta de entrada para bactérias perigosas. E não se esqueça de lavar as roupas novas antes de usá-las.
7 – Lojas de dispositivos eletrônicos
Enquanto você está brincando com seu novo smartphone, você pode estar apanhando germes das mil pessoas que o testaram antes de você.
Um estudo publicado no ano passado descobriu que os vírus facilmente se transferem entre as superfícies de vidro e pontas dos dedos. E um relatório recente concluiu que de quatro iPads em duas lojas da Apple, um continha Staphylococcus aureus, a causa mais comum de infecções por estafilococos, enquanto outro registrou uma bactéria associada à erupção cutânea.
Limpe seus dispositivos com um lenço para desinfecção, bem como sua mão após usá-lo.
8 – Amostras de maquiagem
Vá até o balcão de maquiagem e acabe pegando uma infecção junto com a sombra mais recente. Um estudo de 2005 constatou que entre 67% e 100% da maquiagem para teste estavam contaminadas com bactérias, incluindo estafilococos, estreptococos e E. coli.
Evite o uso de amostras de maquiagem públicas; não aplique cosméticos nos lábios, olhos ou rosto que estejam ali para todos usarem. Amostras únicas são mais seguras. Se isso não for possível, use um lenço de papel para limpar a amostra e, em seguida, aplique o produto na parte traseira de sua mão. Só então use.[CNN]
É isso, pessoal!!!!!!!!!!
XQUIMICA ARREPIADA TOTAL!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

FUVEST 2012- QUÍMICA- QUESTÕES E SOLUÇÕES

ALÔ PESSOAL!
Como foram de Fuvest?
Estou postando as questõrs referentes à química, com gabarito, prova V.

22- Uma das consequências do "efeito estufa" é o aquecimento dos oceanos. Esse aumento de
temperatura provoca
a) menor dissolução de CO2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de menor quantidade desse gás pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para o aumento do efeito estufa global.
b) menor dissolução de O2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade de CO2 pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.
c) menor dissolução de CO2 e O2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade de O2 pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.
d) maior dissolução de CO2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade desse gás pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.
e) maior dissolução de O2 nas águas oceânicas, o que leva à liberação de maior quantidade de CO2 pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para o aumento do efeito estufa global.
Alternativa correta A- se a água está mais quente a dissolução dos gases é menor e diminui a fotossíntese efetuada pelo fitoplancton

23 Na obra O poço do Visconde, de Monteiro Lobato,há o seguinte diálogo entre o Visconde de Sabugosa ea boneca Emília:
Senhora Emília, explique-me o que é hidrocarboneto.
A atrapalhadeira não se atrapalhou e respondeu:
São misturinhas de uma coisa chamada hidrogênio com outra coisa chamada carbono. Os carocinhos de um se ligam aos carocinhos de outro.
Nesse trecho, a personagem Emília usa o vocabulário informal que a caracteriza. Buscando-se uma terminologia mais adequada ao vocabulário utilizado em
Química, devem-se substituir as expressões "misturinhas"coisa"e"carocinhos",respectivamente,
por:
a) compostos, elemento, átomos.
b) misturas, substância, moléculas.
c) substâncias compostas, molécula, íons.
d) misturas, substância, átomos.
e) compostos, íon, moléculas.
Alternativa correta:A carbono e hidrogenio são elementos químicos que, unidos, formam compostos, hidrocarbonetos. Os carocinhos c itados são os átomos dos referidos elementos.

24 As fórmulas estruturais de alguns componentes deóleos essenciais, responsáveis pelo aroma de certas ervas e flores, são:
linalol,eugenol,citronelal ,anetol

Dentre esses compostos, são isômeros:
a) anetol e linalol.
b) eugenol e linalol.
c) citronelal e eugenol.
d) linalol e citronelal.
e) eugenol e anetol.
Alternativa correta: D álcool e aldeído isômeros de cadeia tendo a mesma fórmula molecular

25 Considere os seguintes compostos isoméricos:
CH3CH2CH2CH2OH e CH3CH2OCH2CH3
butanol-------------- éter dietílico
Certas propriedades de cada uma dessas substâncias dependem das interações entre as moléculas que a compõem (como, por exemplo, as ligações de hidrogênio). Assim, pode-se concluir que,
a) a uma mesma pressão, o éter dietílico sólido funde a uma temperatura mais alta do que o butanol sólido.
b) a uma mesma temperatura, a viscosidade do éter dietílico líquido é maior do que a do butanol líquido.
c) a uma mesma pressão, o butanol líquido entra em ebulição a uma temperatura mais alta do que o éter dietílico líquido.
d) a uma mesma pressão, massas iguais de butanol e éter dietílico liberam, na combustão, a mesma quantidade de calor.
e) nas mesmas condições, o processo de evaporação do butanol líquido é mais rápido do que o do éter dietílico líquido.
Alternativa correta:C porque as ligações das duas substancias citadas não são iguais.

26 Água e etanol misturam-se completamente, em quaisquer proporções. Observa-se que o volume final da mistura é menor do que a soma dos volumes de etanol e de água empregados para prepará-la. O gráfico a seguir mostra como a densidade varia em função da
porcentagem de etanol (em volume) empregado para preparar a mistura (densidades medidas a 20 °C).


Se 50 mL de etanol forem misturados a 50 mL de água, a 20 oC, o volume da mistura resultante, a essa mesma temperatura, será de, aproximadamente,
a) 76 mL
b) 79 mL
c) 86 mL
d) 89 mL
e) 96 mL
Alternativa correta:E-verificando o gráfico :
100% de álcool tem densidade de 0,79 g/mL
100% de água tem densidade de 1 g/ mL
sabendo que d= M/V -----> para 50 mL de álcool a massa é de 0,79= m/50 -->39,5g( massa de álcool)
fazendo o mesmo para 50 mL de água : 1= m/ 50 ---> m água = 50 g
somando as duas massas: 50 + 39,5= 89,5 g
olhando o gráfico, a densidade da mistura a 50% é de 0,93g/mL
aplica d= m/V----> 0,93 = 89,5/ volume ----> Volume da mistura = 96 mL

27 Em cadeias carbônicas, dois átomos de carbono podem formar ligação simples (C- C), dupla (C =C) ou tripla (C =_ C). Considere que, para uma ligação simples,a distância média de ligação entre os dois átomos de carbono é de 0,154 nm, e a energia média de ligação é de 348 kJ/mol.
Assim sendo, a distância média de ligação (d) e a energia média de ligação (E), associadas à ligação dupla (C= C), devem ser, respectivamente,
a) d < 0,154 nm e E >; 348 kJ/mol.
b) d c) d = 0,154 nm e E = 348 kJ/mol.
d) d >; 0,154 nm e E <; 348 kJ/mol.
e) d >t; 0,154 nm e E >; 348 kJ/mol.
Alternativa correta: A a distancia entre os carbonos diminui devido às hibridaçõesque tornam as ligações mais fortes e a energia de ligação se torna maior.

28 O monóxido de nitrogênio (NO) pode ser produzido diretamente a partir de dois gases que são os principais constituintes do ar atmosférico, por meio da reação representada por
N2(g)+ O2(g)--> 2NO(g) H= 180 kJ .
O NO pode ser oxidado, formando o dióxido de nitrogênio (NO2), um poluente atmosférico produzido nos motores a explosão:
2NO(g) +O2(g)--> 2NO2(g) H= 114 kJ .
Tal poluente pode ser decomposto nos gases N2 e O2:
2NO2(g) -->N2(g) + 2O2(g)
Essa última transformação
a) libera quantidade de energia maior do que 114 kJ.
b) libera quantidade de energia menor do que 114 kJ.
c) absorve quantidade de energia maior do que 114 kJ.
d) absorve quantidade de energia menor do que 114 kJ.
e) ocorre sem que haja liberação ou absorção de energia.
alternativa correta: B - somar as duas primeiras equações e aplicar Lei de Hess, só que tem que inverter porque produtos e reagentes estão ao contrário na equação proposta. Então o H será inferior a 114 Kj

29 Volumes iguais de uma solução de I2 (em solvente orgânico apropriado) foram colocados em cinco diferentes frascos. Em seguida, a cada um dos frascosfoi adicionada uma massa diferente de estanho (Sn),variando entre 0,2 e 1,0 g. Em cada frasco, formou-se uma certa quantidade de SnI4, que foi, então, purificado e pesado. No gráfico abaixo, são apresentados os resultados desse experimento.

Com base nesses resultados experimentais, é possível afirmar que o valor da relação
massa molar do I2/massa molar do Sn é, aproximadamente,
a) 1 : 8
b) 1 : 4
c) 1 : 2
d) 2 : 1
e) 4 : 1
Alternativa correta:D- é só observar o gráfico e aplicar a relação acima lembrando que na reação é preciso multiplicar o valor do I2 ( Sn + 2 I2--> SnI4 )

30 Observa-se que uma solução aquosa saturada de HCl libera uma substância gasosa. Uma estudante de química procurou representar, por meio de uma figura, os tipos de partículas que predominam nas fases aquosa e gasosa desse sistema – sem representar as partículas de água. A figura com a representação mais adequada é a
Alternativa C onde o ácido está dissociado na água formando íons e na fase gasosa é somente o ácido HCl

31 A isomerização catalítica de parafinas de cadeia não ramificada, produzindo seus isômeros ramificados, é um processo importante na indústria petroquímica.
A uma determinada temperatura e pressão, na presença de um catalisador, o equilíbrio
é atingido após certo tempo, sendo a constante de equilíbrio igual a 2,5. Nesse processo, partindo
exclusivamente de 70,0 g de n-butano, ao se atingir a situação de equilíbrio, x gramas de n-butano terão sido convertidos em isobutano. O valor de x é:
CH3CH2CH2CH3(g)-------( CH3)2CHCH3(g)
n- butano--------------------isobutano
a) 10,0
b) 20,0
c) 25,0
d) 40,0
e) 50,0
Alternativa correta:E - no início tem-se 70 g de butano e zero de isobutano. No equilibrio tem-se 70-x de butano e x de isobutano. Se Kc = 2,5 e mantendo MM= 58g/ mol de ambas substancias e volume constante, a equação fica: Kc= x/70-x ou 2,5 = x/70 - x , resolvendo temos x=50,0 gramas
32 -Para investigar o fenômeno de oxidação do ferro, fez-se o seguinte experimento: No fundo de cada um de dois tubos de ensaio, foi colocada uma amostra de fios de ferro, formando uma espécie de novelo. As duas amostras de ferro tinham a mesma massa. O primeiro tubo foi invertido e mergulhado, até certa altura, em um recipiente contendo água. Com o passar do tempo,observou-se que a água subiu dentro do tubo, atingindo seu nível máximo após vários dias. Nessa situação, mediu-se a diferença (x) entre os níveis da água no tubo e no recipiente. Além disso, observou-se corrosão parcial dos fios de ferro. O segundo tubo foi mergulhado
em um recipiente contendo óleo em lugar de água. Nesse caso, observou-se que não houve corrosão visível do ferro e o nível do óleo, dentro e fora do tubo, permaneceu o mesmo.
Sobre tal experimento, considere as seguintes afirmações:
I. Com base na variação (x) de altura da coluna de água dentro do primeiro tubo de ensaio, é possível estimar a porcentagem de oxigênio no ar.
II. Se o experimento for repetido com massa maior de fios de ferro, a diferença entre o nível da água no primeiro tubo e no recipiente será maior que x.
III. O segundo tubo foi mergulhado no recipiente com óleo a fim de avaliar a influência da água no processo de corrosão.
Está correto o que se afirma em
a) I e II, apenas.
b) I e III, apenas.
c) II, apenas.
d) III, apenas.
e) I, II e III.
Alternativa correta: B- II está incorreta porque a corrosão dos fios foi parcial, então um aumento de fios não muda a quantidade de ar utilizada e não sobe o nivel da água no tubo.
O caderno de questões e o gabarito foi retirado do site da Fuvest. Os comentários são do XQUIMICA.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante