sábado, 12 de julho de 2008

93 ANOS DEPOIS, A CIÊNCIA COMPROVA: EINSTEIN TINHA RAZÃO!

SEI QUE A PREGUIÇA BATE FORTE QUANDO O TEXTO É UM POUQUINHO MAIOR... MAS FAZ UM ESFORÇO E LÊ!!!!!!!!!!!!!!!
Sex, 04 Jul, 02h14
WASHINGTON (AFP) - Aproveitando-se de uma configuração cósmica única, astrofísicos conseguiram medir os efeitos previstos pela teoria da relatividade de Einstein, observando a gravitação extrema de dois pulsares em órbita um do outro, segundo estudo divulgados pela revista americana Science.
Em outras palavras, a teoria de 93 anos do 'pai da física moderna' passou num novo teste, destacaram cientistas.
Os pulsares são pequenos objetos estelares extremamente densos e que sobrevivem após a explosão de uma estrela em supernova.
A massa desta estrela é, na maioria das vezes, maior que a do sol, mas ela é muito pequena.
Estes pulsares giram em torno deles mesmos a uma velocidade vertiginosa e geram um gigantesco campo gravitacional, emitindo fortes faíscas em ondas radio que iluminam os radiotelelescópios na Terra como faróis à beira-mar.
Mais de 1.700 pulsares foram revelados nos últimos meses em nossa galáxia, a Via Láctea, mas este duplo pulsar ou pulsar binário, descoberto em 2003, é o único conhecido.
"Um pulsar binário cria condições ideais para verificar a teoria da relatividade porque quanto maiores as massas e quanio mais elas se aproximam umas das outras, maiores os efeitos da relatividade", explicou René Breton da Universidade McGill em Montreal, um dos autores destes trabalhos.
"A teoria de Einstein prevê que, num campo gravitacional, o eixo em torno do qual o objeto gira mudará lentamente de direção quando o pulsar passar na frente de seu par", como uma espiral ligeiramente inclinada no eixo de rotação oscila, explicou Victoria Kaspi da Universidade McGill.
Os pesquisadores puderam observar que um dos dois pulsares realizam perfeitamente este movimento quando o outro passa na sua frente, confirmando esta parte da teoria de Einstein de 1915.
( extraído do site Yahoo)

quinta-feira, 10 de julho de 2008

ESTANHO, ESTANHO!!!!!!!

ESSA É A CASSITERITA, MINÉRIO DE ONDE É EXTRAÍDO O ESTANHO. SUA FÓRMULA É SnO2 ( ÓXIDO DE ESTANHO )
vejam no video abaixo, que quando derretido fica bem "prateado" e maleável .
O estanho é um elemento químico de símbolo Sn, número atômico 50 (50 prótons e 50 elétrons) e com massa atómica de 118,7 u. Está situado no grupo 14 ou 4A da classificação periódica dos elementos. É um metal prateado, maleável que é sólido nas condições ambientais. Não se oxida facilmente com o ar e é resistente a corrosão.
É usado para produzir diversas
ligas metálicas utilizados para recobrir outros metais para protegê-los da corrosão. O estanho é obtido principalmente do mineral cassiterita onde apresenta-se como um óxido.
É um dos metais mais antigos conhecido, e foi usado como um dos componentes do
bronze desde a antiguidade.(Wikipédia)
Observe que sempre voce ouviu falar do bronze, que é uma liga metálica feita entre estanho( Sn ) e cobre ( Cu ) .Quando um metal é coberto por estanho, a corrosão se processa primeiro no estanho, protegendo o metal abaixo dele. Por isso é chamado de metal de sacrifício.( altamente didático esse texto!)

TABELA PERIÓDICA - FAMÍLIA 4A ESTANHO

domingo, 6 de julho de 2008

MOMENTO CRIANÇA- CHAVES!

TABELA PERIÓDICA- FAMÍLIA 4 A - GERMÂNIO

ESSE É O GERMÂNIO!
VEJA QUE BELO PEDAÇO DE METAL!!!!!
Germânio é um elemento químico de símbolo Ge , número atômico 32 (32 prótons e 32 elétrons) com massa atómica 72,6 u. À temperatura ambiente, o germânio encontra-se no estado sólido. É um semi-metal pertencente ao grupo 14 (4 A) da Classificação Periódica dos Elementos.
Foi descoberto em
1871 pelo alemão Mendeleev.Mais tarde em 1886 Clemens Winckler verificou sua existência. As aplicações do germânio estão limitadas ao seu alto custo e em muitos casos estuda-se a sua substituição por materiais mais econômicos.
Sua aplicação principal é como
semicondutor em eletrônica, produção de fibras ópticas e equipamentos de visão noturna. ( WIKIPÉDIA)

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante