terça-feira, 5 de janeiro de 2010

FUVEST 2010 - 2° FASE

OLÁ PESSOAL!
Ontem foi a vez das questões dissertativas da segunda fase da FUVEST.
Os textos precisavem ser entendidos para que se respostas fossem adequadas.
Assim, mais uma vez, o exame busca não só o conhecimento específico como o discernimento e a capacidade de entendimento e associação.A qustão 19, abaixo, é um bom exemplo: se voce não soubesse que o bronze é uma liga que NÃO leva carbono, estava no "mato"!

QUESTÃO 19
A proporção do isótopo radioativo do carbono (14C), com meia-vida de, aproximadamente, 5.700 anos, é constante na atmosfera.
Todos os organismos vivos absorvem tal isótopo por meio de fotossíntese e alimentação. Após a morte desses organismos, a quantidade incorporada do 14C começa a diminuir exponencialmente, por não haver mais absorção.
a) Balanceie a equação química da fotossíntese, reproduzida na folha de respostas, e destaque nela o composto em que o 14C foi incorporado ao organismo.
b) Por que um pedaço de carvão que contenha 25% da quantidade original de 14C não pode ser proveniente de uma árvore do início da era cristã?
c) Por que não é possível fazer a datação de objetos de bronze a partir da avaliação da quantidade de 14C ?

a) a reação jáestava na folha de respostas, era fazer o balanceamento e pronto!

6 CO2 + 12 H2O --> 1 C6H12O6 + 6H2O + 6 O2

b) Se a meia vida do carbono 14 é de 5700 anos e desde o "suposto " nascimento de Cristo e início da era cristã se passaram 2010 anos, logo para que a massa fosse reduzida em 25% 2 meias vidas se passariam, ou seja, 11400 anos.
Veja o esquema abaixo:

100% -----------50% ----------- 25%

5700anos --------------5700 anos

Não esquece que meia vida é o tempo necessário para que a massa inicial decaia pela metade.
c) Agora a história do bronze: ele é uma mistura de cobre e estanho . Não é possível datar Carbono se ele não existe na composição!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante