domingo, 3 de maio de 2009

BEBIDAS ENERGÉTICAS E ÁLCOOL




Bebida energética é a bebida que estimula o metabolismo, uma combinação de metilxantinas, vitaminas B, e ingredientes de ervas exóticas que têm por finalidade fornecer energia. Essas bebidas contêm cafeína, guaraná, taurina, ginseng, maltodextrina, inositol, carnitina, creatina, glucoronolactona, ginkgo biloba. Enquanto algumas versões contêm altos teores de açúcar, outras são adocicadas artificialmente. A carnitina apesar de ser um forte estimulante, está presente em pequenas doses, portanto qualquer efeito de explosão pode ser psicológico. A quantidade de cafeína contida em uma dose de energético corresponde a 500 ml de refrigerante à base de cola. A taurina, um aminoácido presente no organismo humano, aumenta a resistência física e diminui os efeitos depressores do álcool. A cafeína, como é um estimulante do Sistema Nervoso Central (SNC), ocasiona aumento da atenção, estimula a liberação de adrenalina e facilita a liberação de cálcio, o que proporciona uma contração muscular mais efetiva. Sendo assim, a cafeína pode atuar em três diferentes sistemas de fornecimento de energia (ATP, anaeróbio e aeróbio) estimulando-os. A glucoronolactona é uma substância formada a partir de glicose, auxilia nos processos de eliminação de toxinas endógenas e exógenas. No exercício físico age como um desintoxicante, diminuindo a fadiga e melhorando a performance. A bebida energética contém grande quantidade de carboidrato, o que a caracteriza como “Bebida Energizante”. São hipertônicas, tem grande concentração de açúcar, por isto estimulam a sede. Apresenta também vitaminas hidrossolúveis, como as do complexo B. Inicialmente a bebida energética foi desenvolvida para o público noturno, como, por exemplo, aquelas pessoas que desejavam passar a noite toda dançando. Porém, hoje o perfil do consumidor é mais abrangente: tanto jovens e estudantes quanto outras pessoas de diferentes idades fazem uso dessa bebida para os mais diversos fins.(texto de Patrícia Lopes)


O GRANDE PERIGO

Misturar energéticos e álcool não é uma boa...
Com voce leu, os energéticos aceleram o organismo. Assim, quem está misturando um álcool , não percebe o QUANTO já bebeu, perde a noção, porque fica muito agitado e "pilhado".
Várias mortes já foram identificadas com essa mistura explosiva: o coração não aguenta a descarga de estimulantes e pifa!
As pesquisas mostram que 90% das pessoas qu fazem uso desta combinação, misturam com destilados e sentem que não ficam embriagadas, nem chatas, nem resmungonas!E ficam e muito bom humor!
E, desta forma, se viciam no álcool e no energético.
De acordo com a médica Sandra Houly, especialista em hebiatria (profissional que cuida da saúde dos adolescentes), todo um processo de desenvolvimento saudável, que vai da pré-adolescencia até o início da idade adulta, tem sido ameaçado por inimigos da vida saudável - uns ocultos outros nem tanto -, como má alimentação, falta de moderação no consumo de bebidas alcoólicas, cigarro e outras drogas, sedentarismo, sono irregular e, ainda, um descaso com relação ao sexo seguro.
E como não bastasse isso acima , ainda vai misturar energético!!!!!!!!!!!
(bom, tem um bando de nominho químico complicado aí em cima, mas a gente vai explicando!)

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Fazendo a vida ser interessante